A água e suas rebeldias – Jayme José de Oliveira

Jayme José de Oliveira

DILATAÇÃO DOS LÍQUIDOS

Os sólidos têm forma própria e volume definido, mas os líquidos têm somente volume definido. Assim o estudo da dilatação térmica dos líquidos (aumento de volume quando aquecidos) é feita somente em relação à dilatação volumétrica. Esta obedece a uma lei idêntica à dilatação volumétrica de um sólido, ou seja, poderá ser calculada pelas mesmas fórmulas.

DILATAÇÃO ANÔMALA DA ÁGUA

A água tem um coeficiente de dilatação anômalo em relação aos demais líquidos:

Gráfico demonstrando o comportamento anômalo da água, quanto às suas propriedades de dilatação volumétrica. Em regra geral, ao se elevar a temperatura de uma substância, verifica-se uma dilatação térmica. Entretanto, a água ao ser aquecida de 0°C a 4°C, contrai-se, constituindo-se uma exceção à regra geral. Esta anomalia é responsável, em ultima análise, pela existência da VIDA no nosso planeta.Sem este comportamento anômalo a água dos lagos congelaria de cima para baixo.

Quando a água é resfriada entre 0º C e 4°C, ela fica menos densa que a água que está abaixo dela, isso faz com que ela permaneça na superfície até se solidificar e esta camada de gelo isola termicamente o restante da água. Se isso não ocorresse, o gelo formado durante o inverno não descongelaria totalmente durante o verão. Depois de algum tempo os lagos ficariam congelados o ano inteiro tornando a vida aquática impossível.

UMA ADOLESCENTE REBELDE

Esta é uma das leis da natureza que nossa “adolescente rebelde” desconsidera e todas são responsáveis pela VIDA no nosso planeta. Em próximas colunas esmiuçarei as demais. A seguir, algumas formas como a água se apresenta em estado sólido na natureza.

ÁGUA SALGADA CONGELADA NA NATUREZA

Quando a água do mar congela, os blocos que se formam quase não contém sal porque ele é ejetado no processo de congelamento. Raramente este fenômeno é observado por seres humanos, que tendem a viver em regiões onde as temperaturas não caem abaixo de zero. Expedições exploratórias para o Ártico e a Antártida têm permitido pessoas observarem a existência de gelo formado a partir de água salgada. Ernest Shackleton e a tripulação da expedição Endurance para a Antártida em 1912 sobreviveu quando seu navio ficou preso por blocos de gelo que flutua água acima da água salgada mais densa.

As imagens que apresentamos são raríssimas e foram obtidas no mar na região da Sibéria, onde foi registrada uma temperatura de -62ºC. As ondas congelam ao quebrarem na praia.A água salgada, instantaneamente, congela e proporciona o espetáculo que poderá ser apreciado abrindo o link. Mágica? Não.  Uma lei da física determina o comportamento. Lembrao cuidado que precisas tomar ao retirar uma cerveja de dentro do freezer? A cerveja está lá, paradinha, perfeita para saciar a sede. Na pressa, você pega a garrafa de qualquer jeito, esquecendo aquela aula em que o professor disse que, ao serem estimuladas por fatores como calor ou movimento, as moléculas de uma substância reagem. No caso da cerveja, elas reagem muito mal, passando de líquidas para sólidas, agitadas pela mão de quem vai servir. O mesmo ocorre com a água do mar, com um acréscimo: o gelo não é mais salgado como a água originária, ao congelar, o sal é ejetado para ser dissolvido na água ainda líquida do mar:

https://www.youtube.com/watch?v=nH8JlyuvYXM

GRANIZO

As gotas de água que se evaporam dos rios, mares e da superfície terrestre, quando chegam às nuvens e encontram temperaturas abaixo de -0°C, viram gelo. Congelado, o vapor de água fica com mais peso do que a nuvem pode aguentar e cai, em forma de pedra de gelo, que chamamos de granizo. Como se forma o granizo:https://www.youtube.com/watch?v=hq5LLe-_kJ8

NEVE

A neve é um fenômeno meteorológico que acontece quando as nuvens se encontram com temperatura inferior a 0°C, desse modo, o vapor de água se condensa formando cristais de gelo, que podem apresentar diversas formas. A incidência de neve se dá em regiões do planeta cujo clima é frio (zonas polares) ou temperado. 

Como se forma a neve. Cristais de gelo se formam nas nuvens em que a temperatura está entre -20°C e -40°C. Para formar flocos de neve, os cristais se juntam enquanto caem e se tornam úmidos; então, congelam novamente. Só chegarão ao solo como neve se o ar estiver gelado em todo o percurso atmosfera abaixo.

Neve em gramado:                                                      https://www.youtube.com/watch?v=zgIAsaTNkL8

ICEBERGS

Pareceria óbvio que estas montanhas flutuantes fossem feitas de água do mar congelada. Na verdade, icebergs são grandes pedaços de água doce solidificada, que se desprendem das geleiras polares e viajam a deriva pelos mares. Até derreterem ou evaporarem completamente, eles podem durar mais de 10 anos – dependendo da incidência dos raios solares, da temperatura da água e das correntes marítimas.

Geleira dando origem a iceberg.

https://www.youtube.com/watch?v=Sh271FAVZ0o

Glaciar Perito Moreno (Argentina) se rompe e dá origem a iceberg:

https://www.youtube.com/watch?v=psbd8mWKhac

ANTÁRTIDA

O continente antártico é formado em toda sua totalidade por gelo e possui características singulares. Essa região detém cerca de 10% das terras emersas do planeta.  

O coração da Antártida é composto por um grande planalto de gelo. Dessa forma, ele apresenta altitudes que variam entre 1500 e 4000 metros acima do nível do mar.                                                                                                                                   Essa região corresponde a uma área de calota polar. Ocupando um território com tamanho semelhante ao do Brasil, é considerado o maior dos desertos, isso porque apresenta as condições mais adversas para manutenção e proliferação de vida.

Foi no coração da Antártida que foi registrada a menor temperatura do planeta, cerca de -89,2ºC, em Vostok, uma base russa. Além disso, apresenta a escuridão da noite polar que tem duração de 4 a 6 meses. Na região, a ocorrência de ventos constantes provoca uma série de erosões sobre o gelo.

Houve época em que o geocentrismo (a Terra seria o centro do Universo), era a teoria defendida pela Igreja Católica e quem discordasse, condenado à fogueira. O primeiro a apresentar escritos sobre o heliocentrismo (o sol seria o centro) foi Nicolau Copérnico (1473-1543). Vários cientistas deram prosseguimento aos estudos e foi Galileu Galilei (1564-1642) quem deu formato definitivo, inclusive descobrindo satélites em planetas como Júpiter. Foi obrigado a se retratar pela Inquisição Romana para não acabar seus dias numa fogueira. Em 1980 o papa João Paulo II ordenou a revisão do processo e, em 1992 foi perdoado, 350 anos após a sua morte.

Por inverossímil que possa parecer, subsistem crentes na antiga teoria, inclusive considerando a Terra plana. A título de curiosidade apresento um desses convictos, o blogueiro José Márcio Castro Alves. Abram o link no qual ele sustenta a teoria de que a Antártida… NÃO EXISTE. Em vez do Polo Sul, uma barreira de gelo circunda todo o planeta e contém as águas do oceano. https://www.youtube.com/watch?v=YE1xy3QuMIM

Jayme José de Oliveira
cdjaymejo@gmail.com
Cirurgião-dentista aposentado

Comentários

Comentários