A história vai nos contar – Suely Braga

Suely Braga

Sentenças podem ser revogadas ou não pelos juízes, mas quando são injustas e iníquas cedo ou tarde serão revogadas pela História. Daqui a algum tempo terão o remorso de terem castrado a liberdade de escolha do povo brasileiro, porque vão se arrepender de verem o povo ressentido e frustrado.

Saibam que seus votos condenando Lula não serão os votos de um simples cidadão, mas os votos do povo brasileiro, de quem será cassado o direito de fazer rebrotar a sua esperança.

Não será diferente do que já foi feito com Getúlio Vargas, com Jango, com JK cassado até a morte por corrupção nunca provada. De que serviram estas sentenças? Décadas depois os algozes sumiram-se na poeira da insignificância. É fugaz a glória do mundo. Os milhões de sentenciados proibidos de depositar seus sonhos na busca de um novo país, uma nação clamará impiedosamente.

Um povo não é uma massa amorfa impedida de ver o futuro, nem dele ser dono.

O povo terá que decidir se aceitará o que a elite, o dinheiro, o poder exige e brada impiedosamente para ceifar o direito de voto.

Ou se resiste e detém o golpe monstruoso contra os seus direitos, ou fica calado aceitando tudo sem resistência.

Ou farão apenas com que se retarde o relógio.

Um dia, a História não absolverá os algozes e não se esquecerá de suas monstruosidades.

Comentários

Comentários