Abertas inscrições para concurso do Judiciário gaúcho

Foi publicado o Edital nº 28/2017 – DRH-SELAP-RECSEL, que abre o concurso público do Poder Judiciário gaúcho destinado à formação de cadastro de reserva para os cargos de Analista Judiciário (áreas Judiciária e Administrativa) e Técnico Judiciário.

Datas

A inscrição pode ser feita desde ontem (3) a 24 de julho, exclusivamente pela internet, nos sites http://www.tjrs.jus.br e/ou http://portalfaurgs.com.br/concursos. As provas estão marcadas para os dias 26 e 27 de agosto, e serão realizadas em oito cidades, à escolha do candidato: Alegrete, Caxias do Sul, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre (se necessário, Região Metropolitana), Santa Maria e Santo Ângelo.

Os cargos

A graduação em Ciências Jurídicas e Sociais é requisito para concorrer aos cargos de Analista Judiciário da Área Judiciária e de Analista Judiciário da Área Administrativa, enquanto este último também está aberto para graduados em Administração, Ciências Contábeis e Economia. Já o concorrente ao cargo de Técnico Judiciário necessita ter o Nível Médio ou equivalente completo.

Os vencimentos iniciais brutos (em valores de junho) são de R$ 7.352,93 para o cargo de Analista Judiciário, e de R$ 3.860,28 para o Técnico Judiciário. As vagas para Analista Judiciário destinam-se ao 2º Grau de Jurisdição, ou seja, Tribunal de Justiça e suas unidades, em Porto Alegre. As vagas para Técnico Judiciário têm como destino tanto o 1º (comarcas da Capital e do Interior) como o 2º Graus.

Do total de vagas por cargo, serão destinados 10% para pessoas com deficiência e 20% para negros.

Para informações sobre conteúdo das provas e outros detalhes, a íntegra do edital está disponível pelo DJE ou pelo site da Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FAURGS), responsável técnica pelo concurso, nos respectivos links: http://www3.tjrs.jus.br/servicos/diario_justica/dj_principal.php?tp=9&ed=6059&pag=1 e http://conteudo.portalfaurgs.com.br/arq_upload/20170629112617_Edital%20n%C2%BA%2028_2017.pdf.

TJ RS

Comentários

Comentários