Apenadas do Presídio Estadual de Torres iniciam curso de pintura e textura predial

Neste mês de abril , 42 apenadas do Presídio Estadual Feminino de Torres (PEFT) iniciaram um curso de pintura e textura predial, oferecido em parceria com a Fundação Maçônica Educacional (FME). A qualificação faz parte do projeto Sonho de Liberdade, que percorre diversos presídios do Estado, viabilizando capacitações profissionais.

A aula inaugural ocorreu nas dependências do PEFT e tinha por objetivo apresentar o projeto para as detentas que irão participar das atividades. O curso terá a duração de aproximadamente dois meses e contará também com um módulo de artesanato, que será desenvolvido com apoio da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS). Essa parceria permitirá que após a conclusão do curso as participantes recebam a Carteira do Artesão.

Na ocasião, esteve presente o delegado penitenciário da 1ª região (Vale dos Sinos e Litoral), Sandro Soares de Oliveira, o delegado substituto, Luis Benhur Nunes, a diretora do PEFT, Rosalva Soares, as representantes da Divisão de Trabalho Prisional do Departamento de Tratamento Penal (DTP), Márcia Lemos e Gabriela Monteiro, os representantes da FME, também representantes da FGTAS e do Conselho da Comunidade.

Comentários

Comentários