Foto: Prefeitura Municipal de Maquiné/Especial Litoralmania

Maquiné está enfrentando a maior enchente em uma década.

O município que já tinha sido atingido pelo ciclone bomba na última semana com mais de cem destelhamentos, agora tem dezenas de famílias isoladas pela inundação.

Com a forte precipitação entre a madrugada de terça-feira e a manhã de quarta-feira, o Rio Maquiné saiu do leito em vários pontos.

Várias estradas foram danificadas e algumas destruídas.

O prefeito de Maquiné, João Marcos Bassani dos Santos, disse em entrevista ao Correio do Povo, que os agricultores perderam 100% da produção de hortigranjeiros.

Também houve perdas com o gado, cercas e bens materiais

As localidades mais afetadas com a enchente foram Cerrito, Pedra do Amolar, Encantada e Barra do Ouro.

No município do Caraá, a cheia do arroio que leva o nome da cidade provocou alagamento da área urbana do município.

A enchente só não foi pior por que o Rio dos Sinos não subiu muito.

Foto: Prefeitura Municipal de Maquiné/Especial Litoralmania

Comentários

Comentários