Arquivo por Autor

Composição dos tribunais – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 24/06/2017 as 13:20 por Jayme José de Oliveira

Composição dos tribunais - Jayme José de Oliveira
O nem tão surpreendente resultado do julgamento da chapa Dilma-Temer pelo TSE reavivou de maneira contundente um debate histórico: haverá possibilidade de coexistirem nos tribunais a indispensável neutralidade e a obediência absoluta aos ditames jurídicos, com a indicação para tão importante função, muitas vezes por laços de amizade ou profissionais, sempre com viés político? Questiona-se com veemência, e nisso se misturam na vala comum as decisões de julgadores independentes, que […]

Escores escandalosos – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 17/06/2017 as 11:41 por Jayme José de Oliveira

Escores escandalosos - Jayme José de Oliveira
Copa do Mundo, 2.014: Alemanha 7 x Brasil 1. Um escândalo que até hoje “marca na paleta” os protagonistas.   Julgamento da chapa Dilma-Temer: Absolvição 4 x Condenação 3. Um resultado ainda mais escandaloso que Marca a ferro e fogo a credibilidade e a confiança nos protagonistas. Como o Rio Negro e o Solimões que não misturam suas águas por quilômetros, um longo tempo deverá decorrer antes que se minimizem as […]

A força da lei e não a lei da força – Por Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 10/06/2017 as 15:16 por Jayme José de Oliveira

A força da lei e não a lei da força - Por Jayme José de Oliveira
“Que o respeito às leis seja transmitido por todas as mães norte-americanas com um bebê balbuciante nos braços. Que seja ensinado nas escolas, seminários e faculdades. Que seja mencionado em cartilhas e almanaques. Que seja pregado nos púlpitos, proclamado nas tribunas legislativas e reforçado nos tribunais. Em suma, que se torne a religião política da nação”. (Abraham Lincoln – presidente dos Estados Unidos) Estas palavras pronunciadas pelo presidente Lincoln não […]

Ciência e natureza – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 02/06/2017 as 10:50 por Jayme José de Oliveira

Ciência e natureza - Jayme José de Oliveira
“Há mais revolução na ciência que na política, Einstein mudou mais a maneira como vemos o mundo do que qualquer político. Mudanças são necessárias porque se não mudássemos ainda estaríamos vivendo em cavernas e ignorando o progresso”. (Carlos Rovelli, cientista italiano) A ciência pode evoluir individualmente ou em pequenos grupos, porém a política tem que ser elaborada em conjunto, se não o for criaremos irremediavelmente o autoritarismo, ditaduras. A tirania […]

Quando o inverossímil acontece – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 29/05/2017 as 10:15 por Jayme José de Oliveira

Quando o inverossímil acontece - Jayme José de Oliveira
Quando nos deparamos com o inverossímil, beliscamo-nos para ter certeza de que não estamos sonhando.  Por mais que o façamos, desta vez, apenas colecionaremos hematomas e um sentimento de impotência ante o que parecia inimaginável. Sabemos que o pesadelo não é um sonho. Abrindo a Zero Hora de 13/03/2.017 me deparei com texto de Túlio Milman: “Dizer que doação oficial de campanha não pode ser corrupção é o mesmo que […]

Psicopatas – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 20/05/2017 as 15:14 por Jayme José de Oliveira

Psicopatas - Jayme José de Oliveira
Psicopatas são incapazes de sentir emoções, podem até matar sem sentir culpa e vivem incógnitos ao seu lado. Personalidades por demais complexas, conseguem iludir os que os rodeiam, psiquiatras admitem que não há tratamento nem remédios eficazes para combater ou mesmo controlar esses personagens. Pergunta-se: como podem conviver numa sociedade que não admite seus atos? Possuem charme e têm facilidade em lidar com as palavras e convencer pessoas vulneráveis. Tornam-se […]

As listas de Schindler e de Janot – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 13/05/2017 as 14:54 por Jayme José de Oliveira

As listas de Schindler e de Janot - Jayme José de Oliveira
“Poder é quando temos todas as justificativas para matar e não matamos”. ”Eu odiava a brutalidade, o sadismo, a insanidade dos nazistas. Eu apenas não podia ficar ali vendo eles destruírem um povo inteiro sem fazer nada”. “Eu fiz o que pude fazer, eu fiz o que tinha de fazer, eu fiz o que minha consciência disse para fazer, apenas isso, nada mais”. (Oskar Schindler, 1908-1974) As duas listas, de […]

O assassinato de Júlio Cesar – Por Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 06/05/2017 as 11:21 por Jayme José de Oliveira

O assassinato de Júlio Cesar - Por Jayme José de Oliveira
No dia 15 de março de 44 a.C., Júlio César foi morto no senado romano, apunhalado por cerca de 60 senadores, entre eles seu protegido Marco Júnio Bruto. Jurista, escritor, político, general, descendente da deusa Vênus, amante de Cleópatra, Caio Júlio César foi um líder brilhante. Cultivou, ao mesmo tempo, o cinismo e a clemência, a crueldade e a cortesia, a hipocrisia e a civilidade, a esperteza e a sinceridade, […]

A melhor via – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 29/04/2017 as 16:36 por Jayme José de Oliveira

A melhor via - Jayme José de Oliveira
Nas últimas colunas transitamos sinuosamente tentando desviar obstáculos e desarmar as armadilhas que aguardam incautos viajantes em busca duma rota segura rumo ao futuro, que o presente não nos anima e o passado foi o que foi. De um lado, os horrores do terrorismo, da corrupção, do “quero-o-meu” desbragado. Tentando um contraponto, numa luta de Davi contra Golias, vozes se erguem em defesa dos “sem voz”. O Papa Francisco atuante, […]

Diferentes atitudes – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 22/04/2017 as 17:12 por Jayme José de Oliveira

Diferentes atitudes - Jayme José de Oliveira
Em coluna anterior – “Exemplo a ser imitado” - escancarei dois comportamentos conflitantes: o EI (Exército Islâmico)promoveu ataques suicidas que provocaram feridos e mortos em duas igrejas coptas no Egito. Em contraponto, comunidades judaica e cristã, em Porto Alegre, comemoram a Páscoa numa ceia conjunta, um congraçamento sem ódios, direcionado ao convívio harmônico. Se perscrutarmos desde o âmbito comunitário até o vasto mundo verificamos que os antagonismos superam até os […]