Arquivo por Autor

Diferentes atitudes – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 22/04/2017 as 17:12 por Jayme José de Oliveira

Diferentes atitudes - Jayme José de Oliveira
Em coluna anterior – “Exemplo a ser imitado” - escancarei dois comportamentos conflitantes: o EI (Exército Islâmico)promoveu ataques suicidas que provocaram feridos e mortos em duas igrejas coptas no Egito. Em contraponto, comunidades judaica e cristã, em Porto Alegre, comemoram a Páscoa numa ceia conjunta, um congraçamento sem ódios, direcionado ao convívio harmônico. Se perscrutarmos desde o âmbito comunitário até o vasto mundo verificamos que os antagonismos superam até os […]

Um exemplo a ser imitado – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 14/04/2017 as 10:16 por Jayme José de Oliveira

Um exemplo a ser imitado - Jayme José de Oliveira
A barbárie generalizada, protagonizada mais uma vez pelo EI (Exército Islâmico) no Domingo de Ramos, no Egito:duas explosões em igrejas coptas (cristãs) mataram pelo menos 43 pessoas e deixaram mais de cem feridos. Os alvos foram a igreja de Mar Girgis, na cidade de Tanta e a catedral de São Marcos em Alexandria. O Papa Tawadros, líder da Igreja Ortodoxa Copta estava nesse local, mas não se feriu.Este foi o […]

Odebrecht – por Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 07/04/2017 as 10:53 por Jayme José de Oliveira

Odebrecht - por Jayme José de Oliveira
Os contratos da Odebrecht no mercado internacional conquistados nos últimos anos, no valor de R$ 16 bilhões estão em risco. Até setembro de 2.016 dois terços das obras da empreiteira tinham relação com contratos em países como a Venezuela, Angola e Panamá. Juntas elas eram superiores às obras no Brasil. A Odebrecht reforçou sua política de expansão além das fronteiras brasileiras com o apoio financeiro do BNDES. Desde que o […]

Complexo de vira-lata – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 01/04/2017 as 15:42 por Jayme José de Oliveira

Complexo de vira-lata - Jayme José de Oliveira
A situação do Brasil, não só a atual, desde o descobrimento há uma tradição de aproveitar qualquer oportunidade para auferir vantagens – Pero Vaz de Caminha ao escrever a “Carta de Achamento do Brasil” aproveitou para solicitar ao rei D. Manoel I perdão para o seu genro. Esse fato não absolve as contínuas e desavergonhadas tentativas de “levar vantagem em tudo”, mesmo que recorrendo a meios ilícitos. Como resultado colateral […]

Foro privilegiado (final) – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 22/03/2017 as 10:58 por Jayme José de Oliveira

Foro privilegiado (final) - Jayme José de Oliveira
No Brasil, proclamada a República em 1.889, a Constituição de 1.891 instituiu o foro privilegiado, dando competência ao Senado para julgar membros do Supremo |tribunal Federal (STF) nos casos de responsabilidade e, ao STF, para julgar os juízes federais inferiores (Art. 52, § 2º), o Presidente da República e os Ministros de Estado nos crimes comuns e de responsabilidade (Art. 59, § 2º). A partir de então, ora mais, ora […]

Foro Privilegiado 2 – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 07/03/2017 as 18:11 por Jayme José de Oliveira

Foro Privilegiado 2 - Jayme José de Oliveira
Na coluna anterior analisamos o foro privilegiado com um enfoque especial no desvirtuamento ocorrido quando a ideia original de preservar chefes de poderes de processos que teriam por objetivo principal entravar atos governamentais. O desvirtuamento ocorreu quando se expandiu para todos os cargos eletivos, exceto vereadores. Sabendo-se da morosidade que caracteriza os processos do STF aposta-se na prescrição dos prazos. Levantamento feito pela fundação Getúlio Vargas apontou que, de 2011 […]

Foro privilegiado – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 25/02/2017 as 11:11 por Jayme José de Oliveira

Foro privilegiado - Jayme José de Oliveira
O Foro Privilegiado foi instituído para evitar que juízes de 1ª instância pudessem instaurar processos contra personalidades comprometidas com a elaboração, manutenção, cumprimento das leis e de regerem os destinos da nação fossem assoberbados com sucessivos processos que, fatalmente, seriam desconsiderados nas instâncias superiores. O desvirtuamento ocorreu quando a prerrogativa passou a ser usada para, na prática, blindar essas mesmas pessoas de malfeitos praticados fora das suas atribuições precípuas. Foro […]

Transgenia – Diabetes - Ponto e contraponto

Publicado em 18/02/2017 as 15:17 por Jayme José de Oliveira

Transgenia - Diabetes
Até 1.920 não havia nenhum medicamento para curar ou controlar o diabetes, uma doença mortal. No dia 27 de julho de 1.921 dois pesquisadores da Universidade de Toronto, o médico Dr.FredericBanting e o estudante Charles Bert isolaram pela primeira vez o hormônio fabricado pelo pâncreas: a insulina. A descoberta abriu o caminho para o controle do diabetes. Elizabeth Hughes, 14 anos de idade, era diabética. A doença só podia ser […]

Perigos Dantescos – Por Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 14/02/2017 as 15:57 por Jayme José de Oliveira

Perigos Dantescos - Por Jayme José de Oliveira
A política, segundo Saturnino Braga, ex-senador do PT do Rio de Janeiro é a mais nobre ocupação do homem. A energia obtida pela fusão do hidrogênio é a mais eficiente do universo, o Sol a utiliza há cinco bilhões de anos e o fará por outros tantos antes de se extinguir. Mas, como em tudo, há o reverso da medalha. No Brasil a política, desde priscas eras têm sido conspurcada […]

A escolha de Sofia – Final - Ponto e contraponto

Publicado em 10/02/2017 as 18:20 por Jayme José de Oliveira

A escolha de Sofia - Final
Os infaustos acontecimentos em presídios levaram Frei Betto a escrever uma carta ao Ministro da Justiça em 05/01/2.017, da qual transcrevo um excerto: “Excelência: fui preso comum. Sim, a ditadura, que não respeitava direitos, me transferiu da prisão política para a comum. Em dois anos, passei pela Penitenciária do Estado de São Paulo, Carandiru e Penitenciária de Presidente Venceslau (SP), a mesma que hoje abriga o comando do PCC.É verdade, […]