Buscas prosseguem por terra, água e ar, a procura de surfista desaparecido

O 9º Batalhão de Bombeiros Militar (9ºBBM) retomou nesta sexta-feira as buscas para localizar o surfista Gustavo Oliveira, 18 anos, que desapareceu no mar no final da manhã de quinta-feira (06) na praia de Imbé.

Mas, a procura não parou nem durante a madrugada. Voluntários em barcos e lanchas continuaram ajudando na operação.

Um helicóptero do Batalhão de Aviação da Brigada Militar uniu-se à mobilização nesta manhã, que conta ainda com apoio de uma embarcação da Petrobras.

O pedido de envio da aeronave havia sido encaminhado pelo prefeito de Imbé, Pierre Emerim da Rosa, e atendido pelo vice-governador e secretário estadual da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, em Porto Alegre.

Em terra, os bombeiros percorrem o perímetro de Imbé e Tramandaí usando um quadriciclo e realizando sobrevoos com uso de drone. No entanto, nenhum vestígio do jovem foi encontrado até o momento.

A esperança é de que ele esteja à deriva com sua prancha no mar, a espera de resgate.

O caso

Gustavo Oliveira, de 18 anos, desapareceu no mar de Imbé, perto do meio dia desta quinta-feira (06). Ele surfava, quando teria sido levado por uma corrente, não conseguindo retornar para a costa.

Bombeiros realizaram buscas durante toda a tarde, mas não tiverem êxito e interromperam a procura com a chegada da noite.

Como é possível que o jovem possa estar esperando ajuda em cima da prancha, voluntários passaram a madrugada  no mar.

Nestes casos, o risco de hipotermia é grande, por isto até o prefeito da cidade, Pierri Emerim, entrou em ação e pediu ajuda da Petrobras. Ele publicou em sua rede social:

– Quero agradecer a PETROBRÁS de IMBÉ, na pessoa do Gerente Gercino, que prontamente atendeu nosso pedido para auxiliar agora a noite no MAR às buscas do jovem surfista desaparecido desde essa tarde. Pierre.

Comentários

Comentários