Câmara concede Medalha General Osório e homenageia Loreno Santo In Memoriam

Em Sessão Solene, na noite desta segunda-feira, dia 16 de dezembro, a Câmara Municipal de Vereadores de Osório concedeu a Medalha Mérito General Osório à Amândio Francisco Fagundes, Elói Fernando Gomes, Everson Magni, Gil José Davóglio e Osvaldo Vieira de Aguiar. In memoriam foi entregue a família de Loreno Santos uma placa, em razão de ser o autor da música do Hino de Osório que completa 20 anos de sua criação.

A referida homenagem concedida com base na lei nº 2.229 de 05 de setembro de 1989, aprovada por unanimidade pela Casa Legislativa. Esta é a mais alta condecoração com que o município distingue personalidades que deram grande contribuição à comunidade.

A noite foi marcada por muita emoção, onde familiares e amigos vieram prestigiar estes ilustres cidadãos que fizeram e fazem história no município como importantes contribuições em suas distintas áreas.

Nos pronunciamentos dos Vereadores foi unânime o sentimento de admiração e respeito que demonstraram por todos os escolhidos desta edição. Um vídeo pode ilustrar a trajetória de cada um, emocionando a plateia presente.

A 17ª Legislatura da Câmara de Osório parabeniza mais uma vez os homenageados, na certeza de que são pessoas que fazem jus a esta deferência.

Breve histórico dos homenageados:

Amândio Francisco Fagundes: foi professor por 34 anos em Terra de Areia, na época pertencente ao município de Osório. Em Osório, foi presidente da Câmara de Vereadores no biênio 1979/1980 e secretário da Mesa Diretora por 8 anos. Atualmente segue contribuindo em diversos trabalhos voluntários em prol da comunidade.

Elói Fernando Gomes: 2º Sargento R/1. Em 1992, incorporou as fileiras do Exército Brasileiro, no 3º Regimento de Cavalaria de Guarda “Regimento Osorio”. Em 2012 foi designado para a função de Comandante do Destacamento do 3º RCG no Parque Histórico Marechal Manoel Luis Osorio, “Destacamento Comandante Paz”. No dia 30 de junho de 2017, após 25 anos, deixa o serviço ativo do Exército Brasileiro e passa para Reserva Remunerada.

Everson Magni: 2º Sgt QE. Atua há três anos à frente do Destacamento do Parque Histórico Marechal Manoel Luís Osório. Durante sua carreira militar recebeu as diversas condecorações: Medalha Lanceiros de Osório, Medalha Militar de Bronze, Medalha Militar de Prata, Medalha Ordem do Mérito Batalhão de Suez, Medalha Soldado da Paz e Medalha Corpo de Tropa – Bronze Bronze.

Gil José Davóglio: Professor, trabalhou na 11ª Delegacia de Educação onde exerceu várias funções, tendo assumido por duas vezes como Delegado de Educação.  Em 1983 foi eleito vereador detentor de sete mandatos. Foi secretário Municipal de Educação, de 2005 a 2011. Além de Secretário de Educação, foi Secretário de Ação Social, Cultura e Esportes. Foi presidente da Câmara por três vezes e presidente da CNEC Osório por cinco anos.

Osvaldo Vieira de Aguiar: Dentre diversas atividades profissionais, destaca-se o período de 33 anos onde desenvolveu a função de radialista. Esteve presente na participação de diversos festivais musicais, mas seu prêmio maior foi escrever a letra do Hino de Osório, escolhida entre diversos trabalhos apresentados no concurso para tal.

Loreno Santos – In memoriam: era multi instrumentista, arranjador e cantor. Iniciou sua carreira musical em 1969, como guitarrista e vocalista na banda “Os Jatos”, cuja principal inspiração era os Beatles. Ganhador de inúmeros festivais pelo estado, é autor da música do Hino de Osório, que completou 20 anos de sua criação.

Gisele Cardoso

 

Comentários

Comentários