Campeões de 2017 confirmados na primeira etapa do Circuito Gaúcho de Surf Amador em Balneário Pinhal

Balneário Pinhal será o palco da primeira disputa da Copa Rio-Grandense de Surf Amador 2018, a Taça Planeta Surf LRS 2018, que será realizada nos dias 17 e 18 de fevereiro, reunindo alguns dos melhores atletas do Sul do país. A Liga Rio-Grandense de Surf (LRS) em parceria com a Associação dos Surfistas de Balneário Pinhal (ASPI) convidam a todos para acompanharem o primeiro duelo do ano no mundo do Surf no Rio Grande do Sul.

Com a apresentação da Prefeitura Municipal de Balneário Pinhal são esperados 164 atletas divididos em 14 categorias. Alguns dos principais campeões do Circuito em 2017 já estão confirmados na disputa. A premiação em Pinhal tradicionalmente é uma das mais fortes e neste ano não será diferente. Ao todo estão em jogo 8 pranchas da MALIMMA, kits de produtos das marcas MARESIAS, MCD, SILVERBAY, NEW ERA, QIX, KAKUNI Brasil, TOOLS e diversos brindes durante todo o evento.

Largar bem na disputa pode fazer a diferença. Robson Pinheiro, campeão da Categoria Open em 2017, destacou a importância de pontuar. “Desejo que neste próximo ano todos possam ir bem, que o nível de disputas técnicas seja ainda melhor. Sei do esforço de todos para chegarem no pódio, e quem pontua desde as primeiras etapas pode ter uma certa tranquilidade no final. Não é fácil, mas vou buscar o bicampeonato”.

A novidade proposta pela LRS para 2018 é a inclusão da categoria GRAN MASTER, formada por atletas com mais de 40 anos. Estes experientes atletas terão a oportunidade de reviver disputas que eletrizaram as beiras de praias por muitos anos no passado. A ASPI também promoverá as categorias Interna, somente com atletas de Pinhal, e a Túnel Verde, que sempre reuniu atletas renomados no Rio Grande do Sul e que competem pelas praias de Cidreira, Quintão e Pinhal.

As vagas para todas as categorias em disputa são limitadas. Para participar os interessados podem garantir suas inscrições através de Depósito Bancário na conta do Tour Manager da Liga Rio-grandense de Surf (LRS), Jéferson Engel Rabassa, no Banco Itaú (Conta 68647-2 Agencia 0328 e CPF 607362320-87) a partir do dia 05 de fevereiro. Após o pagamento enviar comprovante de depósito com o NOME e CATERGORIA desejada para o e-mail lab.rs2@daruma.com.br e/ou para WhatsApp 51 99968 5817. Não há outra forma de inscrição ou reserva de vaga.

Valor por categoria:

  • Categoria Open – R$ 70,00 (Setenta Reais).
  • Categorias: Grommets, Iniciantes, Mirim, Júnior, Sênior, Máster, Gran Master, Feminino, Longboard é R$ 60,00 (Sessenta Reais) cada.
  • Categoria Interna e Tunel Verde inscrições a R$ 50,00 (Cinquenta Reais)
  • Categoria PETIZ terão inscrições gratuitas com vagas LIMITADAS em uma única bateria de apresentação, e todos os participantes serão agraciados com medalhas.

As vagas para todas as categorias são limitadas. Somente terão vagas garantidas e inclusão de nomes nas baterias os atletas que realizarem os procedimentos indicados acima. Os atletas que não confirmaram pagamentos em etapas anteriores só participarão após a quitação das etapas anteriores e pagamento da etapa em jogo. Para não deixar nenhuma dúvida, os competidores deverão apresentar um documento de identidade com foto, e se enquadrar nas seguintes faixas etárias:

OPEN – Sem limite de idade;

JÚNIOR – Para nascidos a partir de 01/01/2000;

MIRIM – Para nascidos a partir de 01/01/2002;

INICIANTES – Para nascidos a partir de 01/01/2004;

GROMMETS – Para nascidos a partir de 01/01/2006;

PETIZ – Para nascidos a partir de 01/01/2008;

MÁSTER – Para nascidos até 31/12/1982;

GRAN MÁSTER – Para nascidos até 31/12/1978;

SÊNIOR – Para nascidos até 31/12/1990;

LONGBOARD, FEMININO, INTERNA, TUNEL VERDE – Todas sem limites de idade.

A Prefeitura de Balneário Pinhal apresenta Taça Planeta Surf LRS 2018, que conta com o patrocínio de MALIMMA Surfboards, e com o apoio Maresia, MCD, Silverbay, New Era, QIX, Kakuni Brasil e Tools. A realização é da Liga Rio-Grandense de Surf – LRS, em parceria com Associação dos Surfistas de Balneário Pinhal (ASPI), com a supervisão técnica da Associação Gaúcha de Árbitros (AGA).

Gabriel de Mello

Comentários

Comentários