Confirmado o pagamento de R$ 519 mil viabilizado por Alceu Moreira para o estudo e monitoramento da pesca do bagre

A prefeitura de Imbé recebeu nesta quarta-feira, 4, o montante de R$ 519 mil para o estudo e monitoramento da atividade pesqueira no estuário da Bacia do Rio Tramandaí.

O recurso faz parte do valor total de R$ 1,3 milhão viabilizado pelo deputado federal Alceu Moreira (MDB) em trabalho conjunto com o deputado estadual Gabriel Souza (MDB) e o vice-prefeito Ique Vedovato.

O recurso será utilizado ao longo de três anos de duração do projeto de estudo entre o Ceclimar e a prefeitura. Essa é uma reivindicação antiga dos pescadores da região, que foram proibidos pela justiça de pescar o bagre, por considerar a espécie ameaçada de extinção.

De acordo com o deputado federal Alceu Moreira, essa luta é uma bandeira do seu mandato e após muitas audiências em Brasília o recurso está disponível para utilizar no estudo.

“Essa é uma grande conquista para os pescadores do litoral que poderão realizar a pesca monitorada e no futuro poder provar que o bagre não está em extinção na região da Bacia do Rio Tramandaí.

Foi uma luta longa e que agora vai beneficiar famílias que vivem da pesca no litoral”, frisou Alceu Moreira.

Comentários

Comentários