Copa São Paulo de Futebol será teste final para possíveis reforços de Grêmio e Inter

Fonte: Federação Paulista de Futebol

A Copa São Paulo de Futebol, a Copinha, já é uma tradição para os clubes brasileiros no início da temporada. Porém, em 2019, os gaúchos devem dar uma atenção maior ainda para as promessas que podem aparecer no torneio. Sem muitas contratações, Grêmio e Internacional apostam na categoria de base para completarem o elenco para o resto da temporada. Os dois times possuem bons nomes para acreditarem nisso.

O retrospecto recente na competição não é dos melhores. Enquanto o Grêmio conseguiu no máximo um vice-campeonato, em 1991, o Internacional está completando 11 anos desde a última conquista. O Colorado já foi campeão quatro vezes, sendo a última em 1998. Ou seja, títulos não são o forte da dupla na competição.

Porém, a intenção na Copa São Paulo não é ser apenas campeão, mas sim conseguir revelar bons jogadores para a temporada. Neste ano de muitas partidas importantes, isso pode ser um diferencial no sucesso das duas equipes. Grêmio e Internacional estão na disputa da Copa Libertadores de 2019, porém não estão entre os times que mais se reforçaram.

Segundo alguns jornalistas do portal GloboEsporte, Palmeiras e Flamengo são os times brasileiros com melhor elenco para disputarem o torneio continental. Alguns números vão na mesma direção. Segundo o portal de apostas Betfair, por exemplo, a dupla Grenal não está entre as principais equipes de destaque para a temporada. Ou seja, os dois times precisam de reforços, e talvez eles estejam nas divisões de base.

As promessas da dupla Grenal

Federação Paulista de Futebol – Guilherme Rodrigues/GRPress

O Grêmio não conseguiu se movimentar muito bem no mercado, principalmente na busca por um atacante que reforce o poder ofensivo do time em 2019. No entanto, a solução desse problema pode ser Rondinelli da Silva, ou apenas Da Silva. O jogador de 19 anos vai disputar a Copa São Paulo de Futebol pela primeira vez e é uma promessa forte. Ele marcou 23 gols nas categorias de base, em 2018, sendo o maior destaque do time.

Outros dois nomes também podem ganhar espaço no elenco. O primeiro é o goleiro Gabriel Chapecó, de 19 anos, que  é um possível sucessor de Marcelo Grohe, vendido recentemente para a Arábia Saudita. O segundo é o meia Jhonata Varela, de 20 anos. Por ter um futebol dinâmico, ele seria responsável por ocupar a vaga deixada pelo volante Ramiro, que foi para o Corinthians.

Federação Paulista de Futebol – Leonardo Fister/Internacional

Já o Internacional tem no atacante Brenner uma aposta quase que garantida, segundo o jornal Zero Hora. O jogador de 18 anos vai disputar pela segunda vez a Copa São Paulo, buscando novamente a artilharia. Ele marcou 6 gols na temporada passada. Porém, o objetivo principal dele, e do Inter, é ganhar experiência e também moral para chegar como substituto de Leandro Damião. Em 2018, ele já entrou em campo com a equipe principal, fazendo mais de 12 partidas, sempre como suplente. A aposta é que em 2019 ele assuma um papel mais decisivo.

Quem também deve ganhar espaço é o meia Cesinha, de 18 anos. O camisa 10 do time da base é considerado uma futura estrela, principalmente pela qualidade nos chutes de fora da área. A equipe técnica do Inter deve ter atenção dobrada com o futuro desse jogador.

Esses são apenas alguns dos nomes, já que na competição sempre é possível que apareçam surpresas. Grêmio e Internacional apostam nisso para terem uma temporada de 2019 com mais qualidade no elenco, principalmente com jogadores criados em casa.

Comentários

Comentários