Criminoso morto após ataque a banco em Itati, esteve envolvido em explosão de fábrica de jóias

Dejair Jorge Santos dos Reis, 46 anos, o Deja, foi identificado pela Polícia Civil como um dos três criminosos mortos pela Brigada Militar após assalto ocorrido na sexta-feira (11) ao banco Sicredi de Itati.

Em dezembro de 2012, ele era um dos oito suspeitos de explodir uma fábrica de joias em Cotiporã, na Serra.

Além disso, Dejair era investigado como sendo um dos responsáveis pelo assalto da mesma agência de Itati no ano passado.

De acordo com o delegado João Paulo de Abreu, da 1° Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil, Dejair Jorge Santos dos Reis foi um dos responsáveis pelo crime ocorrido há oito anos, que fez reféns e provocou a morte de Elisandro Falcão, na época o foragido número 1 do Estado.

Ainda segundo informações do delegado, Dejair Jorge Santos dos Reis estava na condição de foragido da polícia.

“A dinâmica do crime de Itati nos refere a fatos que ocorreram na região e que vamos apurar um pouco melhor para perceber ou não a vinculação dele e dos demais”, afirmou.

De acordo com o delegado, o indivíduo pode estar envolvido em crimes que ainda estão em investigação, como é o caso de um ocorrido em Cambará do Sul, na Serra gaúcha.

Além de Dejair Jorge Santos dos Reis, outros dois criminosos envolvidos no assalto em Itati foram mortos pela polícia em confronto durante o cerco policial. Eles foram identificados como: Alex Junior Abreu Tubiana e Rodrigo Sena de Campos.

Durante o assalto, ocorrido no início da tarde de sexta-feira, o grupo de criminosos invadiu uma agência bancária do Sidredi em Itati e, na saída do local, realizou um cordão humano de reféns – prática conhecida como “novo cangaço”.

Logo após, uma operação de cerco policial foi instalada ao redor do rio Três Forquilhas, onde foi encontrado abandonado um dos veículos usados na fuga.

Por volta das 19h, o cerco foi encerrado com a localização dos indivíduos.

A Brigada Militar apreendeu no local armas e o dinheiro roubado da agência bancária.

Comentários

Comentários