Demissões no Colégio Cenecista Marquês de Herval geram revolta e manifestação em Osório

A FACOS, atualmente Unicnec e o Colégio Cenecista Marquês de Herval foram por anos exemplos de administração e excelência na educação de Osório e região.

O cenário atual é bastante complicado com inúmeras demissões, dívidas com fornecedores e incertezas na continuidade da instituição.

Na sexta-feira (14), pais de alunos e professores realizaram uma carreata em protesto a demissões no Marquês. O mesmo já vinha ocorrendo na Unicnec.

Julia Darol Dall´Alba, Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade, entrou em contato com o Litoralmania, demonstrando toda sua revolta.

“Ontem, após uma década, fui desligada (junto com um grupo querido) da CNEC, do Colégio Marquês.

Em meio a uma pandemia, de forma covarde e autoritária, demitem-nos. Estamos com nossos salários reduzidos desde abril, através de uma imposição unilateral, sem aviso e informações, e por não aceitarmos este “acordo”, NÃO nos pagaram o salário referente a julho (hoje é dia 15, ainda não recebi).

Assim, pensamos em uma paralisação, para que nossos direitos fossem pagos, veio a RETALIAÇÃO, a execução simbólica, em forma de demissão, ações criminosas e mentirosas que deveriam passar longe de um ambiente educacional e que nada tem a ver com a pandemia.

Aprendi muito como profissional e ser humano, tanto na Educação Básica como no Ensino Técnicos, foram centenas de pessoas, sonhos, caminhos e olhares partilhados.

Juntos, alcançamos resultados incríveis no Litoral Norte, colocamos o Colégio no topo do ENEM, mas isso obviamente não importa àqueles que agem sem princípios e ética, como se estivessem em uma linha de produção.

Confio muito na educação como a principal arma para mudar o mundo, principalmente quando feita com respeito, profissionalismo e amor.

Sempre tive lado e posição, saio com o coração em paz, com a consciência tranquila, com a alma leve, coerente com meus discursos, crenças e ideais, ao lado da justiça e da valorização profissional, do respeito e da verdade.

Na sexta, teve uma carreata de buzinas em apoio aos professores. Esta semana querem efetivar mais demissões, lembrando que os pais pagam a mensalidade na integralidade e a inadimplência é muito baixa”, finalizou Julia Darol.

Em nota a Unicnec Osório se manifestou.

“A reestruturação realizada no quadro de professores do Colégio Cenecista Marquês de Herval, apesar de dolorosa, foi necessária e urgente para garantir a sustentabilidade financeira e operacional dos serviços e produtos oferecidos pela rede, que, assim como as demais instituições privadas do país, tem atuado para minimizar os efeitos devastadores e sem precedentes causados pela pandemia do novo coronavírus.

Nesse sentido, a CNEC ressalta que está em negociação constante com os sindicatos de classe, para viabilizar uma solução que atenda a todos e que priorize a manutenção dos serviços educacionais prestados, bem como o maior número possível de postos de trabalho.

Por outro lado, apesar da pandemia, nossos serviços educacionais continuam sendo prestados da melhor forma possível, por meio da metodologia CNEC Home Learning. As aulas, tanto no Ensino Superior, quanto na Educação Básica e Profissionalizante continuam normalmente. É importante destacar que as aulas não sofrerão prejuízos.

Na oportunidade, a Direção/Reitoria reafirma o compromisso pactuado com os alunos, pais e colaboradores de Osório para a prestação de serviços de qualidade e que, sobretudo, cumpram com a missão de formar cidadãos.

Direção/Reitoria”

Comentários

Comentários