Ditadura – Nilton Moreira

Fala-se muito em ditadura, intervenção militar, ditadura militar, decretos, medidas provisórias que tem por objetivo colocar em prática imediatamente decisão tomada por minoria e que não cabe discussão. Em fim, várias são as variantes comentadas e algumas colocadas em prática.

Certamente em razão de o Brasil ser uma nação de grande extensão, com população das maiores do mundo e com ideias ideológicas bastante diferenciadas, pois até no modo de falar muitas vezes não nos compreendemos, pois temos no sul “o brasil que eu quero” e no norte se fala “o brasil coquero”, certamente todos estes ingredientes nos tornam um povo que deseja sempre mudanças visando evolução, almejando tranquilidade para viver.

O Planeta Terra é um dos menores do nosso sistema solar, sendo governado pelo Mestre que jamais deixa seus irmãos em abandono. Claro que temos povos com dificuldades, isto em razão do merecimento de cada um, pois alguns sofrem mais que outros por terem que resgatar situações relacionadas a vidas anteriores.

O importante nisto tudo é que Jesus sendo o governante de nosso Planeta, não impõe nada além do que consta na Lei Divina, portanto vive o habitante da Terra uma democracia plena, onde se utiliza de seu livre arbítrio para decidir a conduta que quiser seguir.

Ora, almejar ditadura, seria o mesmo que abdicar da liberdade que temos. A liberdade é o maior bem que podemos possuir, pois sem ela nem a vida tem razão de existir. Veja um pássaro na gaiola, canta apenas por ser de sua natureza, mas nunca se compara ao cântico do que está em liberdade. Comparemos a alegria de um cão solto no pátio e outro amarrado a uma corda.

Quem se submete a uma ditadura, seja de qualquer natureza, que pode ser até no âmbito familiar, está fadado a não ter condução própria e não realizar objetivos na plenitude. Jesus quando trouxe o evangelho de luz ao mundo, não ameaçou ninguém que não o escutasse. Deixou que o povo da época optasse livremente a conduta que interessasse seguir. Apenas pediu para que amassemos o próximo e a Deus.

Portanto se o Governador nos aconselhou assim e nos deixou livres para seguirmos o caminho desejado, não será através de ditadura que acontecerá a evolução, pois do contrário se fosse para que o mundo se tornasse melhor nessa modalidade, teria sido imposto algo drástico por Ele, e não o pedir que houvesse amor.

A certeza que temos, é que todo aquele que entrava o progresso de um povo, será responsabilizado pela Divindade, isso se já nesta vida não sofrer as penas morais, como temos acompanhado diariamente.

Paz todos.

Comentários

Comentários