Domingo – 22/03/2020 – Erner Machado

Erner Machado

DOMINGO 22.03.2020

Aqui em Capão Novo a Natureza nos brindou com um domingo de muita luz e com um céu completamente sem nuvens.

Do lugar da casa onde estou, trabalhando, é impossível deixar de contemplar esta maravilha e, ao mesmo, é imperioso que me entregue a profunda reflexão sobre o momento que, como seres humanos, estamos vivendo.

De repente nos encontramos presos dentro de nossas casas, sem condenação em qualquer instância , sem a possibilidade de que um grupo de advogados recorra ao Supremo Tribunal da vida, para invocar a nossa liberdade, sobe alegação de que precisamos ser condenados em todas as instâncias recursais para que continuemos presos.

Estamos, inapelavelmente condenados à reclusão, por tempo indeterminado…

E como temos que fazer alguma coisa para esquecer o que deixamos lá fora quem sabe possamos estender a mão às pessoas que nos cercam e num gesto desprendimento assinarmos um tratado de paz onde conste cláusulas que proíbam a presença rancores, de terceiras intenções, de ódios, de vaidades, de maldades , ainda que pequenas, e que restabeleça as nossas relações de amor, de paz, de convivência amistosa, fraternal e acima de tudo afirme que somos seres interdependentes que precisamo-nos , mutuamente, para sermos felizes.

Com certeza, neste período, haverá prejuízos de ordem financeira e econômica, haverá demissões de empregados e falências de empresas, mas nós estaremos fortificados e com toda a certeza continuaremos com nossa vida que é o nosso maior projeto.

E, vivos , sairemos de nossa prisão , por decorrência de prazo, portanto no coração as armas do amor, da paz, da fraternidade, da união para reconstruirmos tudo o que foi perdido.

E esta reconstrução nos tornará mais fortes, mas resilientes, como indivíduos e como sociedade.

E assim Será !

Comentários

Comentários