É transformação – Nilton Moreira

Interessante que existem pessoas que tem medo de falar sobre morte. Geralmente são as mesmas que não suportam ouvir palavras como espírito, espiritismo, mediunidade e algumas outras correlatas. No entanto quando o sino bate querem logo saber quem morreu. Mas na realidade o medo é natural, pois tudo que não conhecemos nos impõe receio.

Não mexemos na eletricidade em razão de não conhecermos seus princípios, assim também é com assunto relativo ao passamento. Deveríamos conversar mais sobre o morrer, afinal é a única coisa certa em nossa vida. Como diz Léon Denis, “morremos todos os dias”, isto referindo que a morte é semelhante ao sono. As pessoas impressionam-se até quando sonham que morreram. Mas morrer, conforme palestra que assistimos há pouco tempo, significa transformação!

Na realidade precisamos nos transformar e é para isso que estamos na Terra. Valorizar o que realmente nos faz crescer e nos traz boas energias, e deixar de lado coisas que servem apenas de satisfação momentânea e atitudes que vão logo ali prejudicar nossa organização física. Para quem acredita que com a morte tudo termina, certamente também concordará em não ver objetivo de ter nascido, principalmente aquelas pessoas em que a vida é de sacrifícios com muito sofrimento, enfrentando doenças. Para estas dizemos que estão equivocadas, pois uma vida apenas não basta para aprendermos tudo sobre os objetivos de Deus para conosco.

Certamente quem não acredita que a vida continua, também não acredita em Deus e por isso quando se depara com os problemas, entra em depressão, se desespera, colocando a culpa nos outros, pois não tem com quem se agarrar. Certamente é muito triste pensar que após esta existência não seremos mais lembrados como alguém que está em outra dimensão e continua a pensar e tem a capacidade de comunicar-se através de medianeiros e até ajudar os que aqui ficaram.

Quando Jesus diz “ninguém poderá ver o reino dos céus se não nascer de novo”, deixa claro que reencarnaremos, e se vamos voltar novamente a este mundo, certamente é porque sobrevivemos à morte!

O Mestre mesmo após ter sido executado, apresentou-se a muitos, demonstrando continuação da vida. Mas para quem é teimoso e não quer falar sobre o assunto, ou tem medo, fica difícil incutir-lhe na cabeça de que sobreviveremos e voltaremos encontrar as pessoas queridas, se é que realmente as amávamos, pois a base de tudo é o amor.Que Deus nos permita discernimento.

Comentários

Comentários