Foto: Nathan Becker
Foto: Nathan Becker

Na manhã desta quinta-feira (09), em Arroio Teixeira, município de Capão da Canoa, a equipe de monitoramento do CECLIMAR encontrou um pinguim-de -magalhães (Spheniscus magellanicus) vivo e saudável. Esse não é um registro atípico para essa época do ano.

O animal é um juvenil, que ainda não está apto para se reproduzir e portanto não retornou às colônias, permanecendo no oceano para alimentação.

Os “buracos” na plumagem ocorrem porque está iniciando o período de muda (fevereiro-março) fazendo com que esses animais procure terra firme.

Saiba mais sobre esses animais acessando: http://www.ufrgs.br/…/fauna-marinha-e-…/pinguim-de-magalhaes

Comentários

Comentários