Na tarde dessa terça-feira (15), a Polícia Civil, por meio da 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Porto Alegre, com o apoio da Brigada Militar, prendeu preventivamente, no município de Balneário Pinhal, um indivíduo de 51 anos que se encontrava foragido do sistema prisional.

Ele estava com prisão preventiva decretada desde o dia 12 de outubro. O agressor é acusado de quatro estupros, o último ocorrido no dia 07 de outubro, e oito sequestros com roubo e extorsão, registrando extensa ficha policial e criminal.

Segundo a delegada Tatiana Barreira Bastos, o acusado possuía sempre o mesma forma de agir, abordando mulheres com uso de arma de fogo, todas com idades entre 20 e 47 anos, geralmente em estacionamentos de supermercados ou hospitais, na capital.

“Após a abordagem, o agressor entrava no veículo das vítimas, sentava-se no banco traseiro ou no banco do carona e as obrigava a conduzirem seu próprio veículo até uma agência bancária ou caixas de autoatendimento, para sacarem dinheiro e as levava até locais ermos, onde eram estupradas”, disse a delegada Tatiana.

A titular da DEAM lembrou que o estuprador esteve várias vezes recolhido em presídios onde também cometeu três fugas.

“Ele ingressou pela primeira vez no sistema prisional em 1987”, constatou, observando que a própria delegacia havia indiciado-o em 2003 e 2004 por crimes de estupro.

“Todas as penas impostas a ele, por condenações transitadas e julgadas, chegam a quase 100 anos” calculou. A delegada Tatiana Bastos disse ainda que o indivíduo “progrediu de pena para o regime semiaberto em março deste ano após ter sido preso em 2010”. Ela ressaltou que “tão logo fugiu cometeu apenas na semana dois crimes”.

O acusado foi ouvido, reconhecido pessoalmente por duas vítimas, submetido a coleta de material genético e, após, encaminhado ao sistema prisional.

Comentários

Comentários