Extravagante? Saiba quais são as exigências de Cher em seu camarim

A cantora Cher é conhecida mundialmente por reinventar continuamente sua imagem e música ao longo de sua carreira que já dura mais de seis décadas. Em outubro, ela iniciou mais uma etapa da sua nova turnê solo, “Here We Go Again”, que atualmente passa por terras inglesas.

Cher retornou aos palcos após mais uma das suas turnês de despedida, as quais ela considera agora “constrangedoras”. As apresentações em cassinos também são frequentes em sua carreira, o que deve movimentar ainda mais a noite dos apaixonados por jogos de azar. E como não existem cassinos físicos por aqui, só nos resta buscar outras opções. Disponível também no Brasil, a Betboo tem bônus para cassino online, o que permite que você viva essa experiência sem sair de casa e possa até mesmo ganhar algum dinheiro para, quem sabe, ir em um dos shows da turnê “Here We Go Again”.

Exigências durante a turnê

E, como não poderia deixar de ser, a passagem de Cher por cada cidade onde ela fará um show é marcada por uma série de exigências feitas aos organizadores dos eventos. Entre os pedidos, estão inclusos um quarto exclusivo para as suas perucas, uma outra sala para os seus figurinos e água, que deve ser servida especificamente em 23,5 graus.

Exigências do tipo não são incomuns entre cantores e outros famosos que precisam se deslocar para participar em eventos. Em alguns casos, inclusive, são pedidos necessários, nada que crie um ambiente tóxico para as pessoas que trabalham com esses artistas. A água em uma temperatura específica, por exemplo, é uma maneira de manter a voz protegida para o momento do show.

De acordo com uma fonte do jornal The Sun, os pedidos da cantora costumam ser prontamente atendidos.

“O que Cher quer, ela recebe. As pessoas envolvidas e fornecedores foram solicitados a enviar fontes de chocolate branco e leite, uma máquina de lama e montanhas de energético Red Bull sem açúcar, além de latas de Coca-Cola”, revelou em entrevista.

“Cher também pediu garrafas de champanhe Moet & Chandon refrigeradas, várias barras de chocolate e, muito especificamente, batatas fritas de malagueta doce Walkers Thai. Ela também pediu pratos de frutas e água com temperatura de 23,5ºC. O ar condicionado pode ser severo para sua voz, então Cher quer que ele seja mantido no mínimo. Ela também gosta que a área dos bastidores seja relaxante e tranquila antes de subir ao palco”, contou.

Turnês de despedidas

Conforme mencionado anteriormente, Cher considera suas turnês de despedida “embaraçosas” e “constrangedoras”, já que ela sempre acaba voltando aos palcos após anunciar o fim de sua carreira.

“É tão embaraçoso porque eu continuo fazendo essas turnês de despedida porque, honestamente, acho que nunca mais voltarei. Tipo, eu tenho 100 anos, quem vai me ver? Minha mãe tem 93 anos e minha mãe continua: ‘Cher, a idade é apenas um número. Se você não se incomodar, isso não vai incomodá-los’. E continuo dizendo: ‘Mãe, você é louca’”, brincou.

Além disso, a cantora também falou um pouco sobre o que ela sente em relação ao seu envelhecimento.

“Simplesmente não sei como aceitar [envelhecer]. Também não quero, mas não sei como. Olho-me no espelho e vejo essa velha olhando para trás para mim. Eu não tenho ideia de como ela chegou lá. Se eu colocasse 70 velas no meu bolo, eu explodiria meu cérebro, sabe?”.

Cher e Ivete Sangalo

Em uma entrevista no programa do Porchat, Ivete Sangalo relatou uma história inusitada sobre seu encontro com Cher, que ocorreu anos atrás durante um desfile de moda em Paris. A cantora baiana contou que, tentando puxar assunto, acabou realizando um trocadilho.

“Cher, lá na Bahia eu faço uma música em sua homenagem… Axé Music”, comentou em tom de brincadeira e completou “ela não entendeu o trocadilho, mas respondeu ‘Amazing!’”.

Comentários

Comentários