Leigas e leigos no coração do mundo – Dom Jaime Pedro Kohl

A quarta semana do mês vocacional a dedicamos aos ministérios leigos, ou seja, os vários serviços que os leigos e leigas são chamados a assumir nas comunidades.

         Acreditamos que o Batismo é fonte de todas as vocações. Todos os batizados são chamados a ser sal da terra e luz do mundo. Pelo batismo somos todos seguidores de Jesus, seus discípulos missionários.

         Nossa primeira responsabilidade como batizados é darmos testemunho de Jesus Cristo, lá onde vivemos. Missão que começa em casa, mas que deve acompanhar e contagiar os lugares que frequentamos.

         A missão específica dos cristãos leigos e leigas é lá no meio do mundo. Com sua vida cristã assumida e alimentada na Palavra, na Eucaristia e na Oração eles dão sua contribuição na edificação do Reino de Deus, transformando o mundo por dentro.

Seu primeiro dever não é ser ministro da Eucaristia, catequista ou liturgista, mas colaborador com a obra criadora de Deus, gerando e educando na fé aqueles filhos e filhas que Deus, abençoando a fecundidade do amor conjugal, dá ao casal cristão. Sua primeira ocupação e preocupação é com sua família, igreja doméstica.

Faz parte do ministério dos leigos assumir responsabilidades quer no âmbito da Igreja - conselhos, equipes administrativas, pastorais, serviços, grupos - quer da sociedade civil: no mundo da política, economia, comércio, meios de comunicação social, etc.

 É missão dos cristãos leigos filiar-se a um partido, a um sindicato ou qualquer outra instituição que possa ajudar a sociedade na sua organização. Assumir cargos tanto no poder executivo como legislativo e judiciário em todas as instâncias de governo.

 “A missão no coração do povo não é uma parte da minha vida, ou um ornamento que posso pôr de lado; não é um apêndice ou um momento entre tantos outros da minha vida. É algo que não posso arrancar do meu ser, se não me quero destruir. Eu sou uma missão nesta terra, e para isso estou neste mundo.

É preciso considerarmo-nos como que marcados a fogo por esta missão de iluminar, abençoar, vivificar, levantar, curar, libertar. Nisto se revela a autentico enfermeiro, professor, político; aqueles que decidiram no mais íntimo do seu ser estar com os outros e ser para os outros” (EG 273).

Cabe a vocês leigos e leigas - homens e mulheres da Igreja no coração do mundo e homens e mulheres do mundo no coração da Igreja - serem ponte entre a Igreja e a sociedade.

Dom Jaime Pedro Kohl - Bispo de Osório

Comentários

Comentários