Marinha divulga edital de concurso para fuzileiros navais; há 50 vagas para o RS

A Marinha do Brasil, por meio do Comando do Pessoal de Fuzileiros Navais (CPesFN), divulgou, no Diário Oficial da União de 22 de janeiro, o edital para o concurso de admissão às turmas I e II de 2021 do curso de formação de soldados fuzileiros navais.

As inscrições serão realizadas em âmbito nacional e estarão abertas de 19 de fevereiro a 20 de março. Ao todo, são 960 vagas, sendo 50 para servir no Rio Grande do Sul. Não há informação no edital sobre o salário ao final do curso.

A seleção será realizada em sete etapas: exame de escolaridade, verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, avaliação psicológica, teste de aptidão física de ingresso, verificação de documentos e procedimento de heteroidentificação complementar para candidatos negros autodeclaradas pretos ou pardos. Os interessados devem se inscrever por meio deste site ou nos locais de inscrição listados no anexo A do edital, em dias úteis, das 8h às 16h.

No Rio Grande do Sul, há três postos de inscrição: em Porto Alegre, na Capitania Fluvial (Rua dos Andradas, 386); em Rio Grande, no Comando do 5º Distrito Naval (Rua Almirante Cerqueira e Souza, 197); e em Uruguaiana, na Delegacia Fluvial (Rua Domingos de Almeida, 1.194). A taxa será de R$ 25.

Podem concorrer às vagas brasileiros do sexo masculino que tenham entre 18 anos completos e menos de 22 anos em 1º de janeiro de 2021, Ensino Médio completo, altura mínima de 1m54 e máxima de 2 metros. Além disso, devem estar em dia com as obrigações militares e eleitorais, não possuir antecedentes criminais, nem deficiência física, não ter filhos ou dependentes, não ser casado ou constituir união estável.

Os candidatos aprovados serão matriculados na condição de aprendiz-fuzileiro naval em um dos órgãos de formação, de acordo com a região em que residem, em regime de internato e dedicação exclusiva até a formatura. Preferencialmente, moradores das regiões Sul e Sudeste brasileiras devem fazer o curso no Centro de Instrução Almirante Milcíades Portela Alves (Ciampa), localizado no Rio de Janeiro, onde há 720 vagas, e os candidatos do Centro-Oeste, Norte e Nordeste, no Centro de Instrução e Adestramento de Brasília (Ciab), que tem 240 vagas disponíveis.

O treinamento terá duração de, aproximadamente, 17 semanas. Os participantes receberão alimentação, uniforme, assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa, além de bolsa-auxílio com valor de acordo com a sua graduação.

Após a conclusão do curso, o participante ingressará no Corpo de Praças de Fuzileiros Navais (CPFN) e assumirá compromisso no Serviço Ativo da Marinha (SAM), sendo designado para servir em uma das organizações militares da Marinha do Brasil. O estágio inicial, que tem duração de um ano, poderá ser realizado em qualquer região do país, de acordo com o número de vagas:

As informações são de Zero Hora.

Comentários

Comentários