Natal é vida que nasce – Dom Jaime Pedro Kohl

“Natal é vida que nasce, Natal é Cristo que vem, nós somos o seu presépio e a nossa casa é Belém”. Este refrão natalino traduz o sentimento de muitos por ocasião da celebração do Natal que se aproxima.

É o ar que respiramos nestes dias, não somente ao entrarmos numa Igreja, vendo a árvore enfeitada ou contemplando o Presépio. Também ao passarmos pelas praças ou ao entrarmos numa loja, mesmo com objetivos diferentes, ali estão alguns sinais luminosos chamando atenção e assinalando a alegria do Natal.

A sensação é de esperança e paz provocadas pela boa notícia: o Deus Altíssimo, visitou e continua visitando o seu povo. Ele estabeleceu sua morada entre nós, assumindo feições humanas, com a colaboração da meiga e doce Virgem Maria, na qual foi gerado de modo totalmente inédito, o Filho Unigênito de Deus e irmão nosso: Jesus.

Esse mistério de amor continua vivo, atual e presente. A vida nasce e se qualifica todos os dias. O Messias continua vindo e buscando morada nos nossos corações. Por isso podemos cantar: “nós somos seu presépio e a nossa casa é Belém!”

Durante essa semana, a liturgia nos brindou com algumas antífonas que expressam o clima natalino: Ó Sabedoria! Ó Adonai! Ó Raiz de Jessé! Ó Chave de Davi! Ó Oriente! Ó Rei das Nações! Ó Emanuel!

Exclamações que apontam para o nascimento do Salvador e nos ajudam a assimilar o espírito natalino, que não vem das coisas, dos presentes dados e recebidos, mas dele: “o Deus da vida”.

Toda a magia do Natal, a encontramos em Lc 2,1ss: “Enquanto Maria e José foram registrar-se em Belém por ocasião do recenseamento, completaram-se os dias para o parto e Maria deu à luz o seu filho primogênito e o reclinou numa manjedoura, pois não havia lugar para eles na hospedaria. Um anjo apareceu aos pastores e a glória do Senhor os envolveu. E o anjo disse: não tenham medo, eis que vos anuncio uma grande alegria, que será para todo povo: nasceu-vos hoje um Salvador, que é o Cristo Senhor!”

Deixemo-nos contagiar pela vida que nasce, pelo Cristo que vem. Que nosso coração seja o mais lindo presépio e o nosso lar a pequenina e doce gruta de Belém.

A hospitalidade, o amor e a justiça sejam nossos enfeites. No nosso olhar brilhe sempre alegria, esperança, paz e gratidão eternas naquele que vem colocar sua tenda entre nós.

Com o coro dos anjos cantemos: “Gloria Deus no mais alto dos céus e Paz na terra aos homens de boa vontade!”

Escutemos do Menino Jesus: “Estou no presépio, porque amo você”.

A todos um Feliz e Santo Natal!

Dom Jaime Pedro Kohl – Bispo de Osório

Para refletir:

1) Natal é visita do Príncipe da paz. Estou disposto a acolhê-lo de verdade, a deixá-lo entrar na minha vida e na minha casa?

2) Natal é boa notícia. Como garantir que as boas notícias se espalhem na sociedade de hoje?

Texto bíblico: Lc 2, 1-20

Comentários

Comentários