O encontro com o Ressuscitado transforma – Dom Jaime Pedro Kohl

Todas as narrações das aparições de Jesus ressuscitadotêm como resultado a transformaçãoda vida das pessoas. Tanto os discípulos como as mulheres que tiveram a graça de vê-lo passaram do medo, angustia e desesperança para a alegria, esperança e coragem de testemunhá-lo.

Maria Madalena que andava chorando junto ao túmulo onde Jesus tinha sido sepultado, quando o senhor a chama pelo nome ‘Maria’ se apercebe que é Jesus Ressuscitado e corre dizer aos discípulos: “Eu vi o Senhor!”.

Os dois discípulos que voltam desesperançados para Emaús, depois que o ‘peregrino’ se aproximou e foi esclarecendo sobre o que fizeram com Jesus de Nazaré e o descobrem no partir o pão, correm de volta a Jerusalém para contar como tudo acontecera.

Quando Ele entra no lugar onde estavam reunidos, como narra Lc 24, 35-48, é ele mesmo que pergunta: “Porque estais preocupados e por que tendes dúvidas no coração?” Para certificá-los da sua identidade se revela: “Vede minhas mãos e meus pés: sou eu mesmo! Tocai em mim e vede! Um fantasma não tem carne e nem ossos, como estais vendo que eu tenho”.

O evangelista observa que a alegria e a surpresa eram tão grandes que nem conseguiam acreditar. E para convencê-los de vez pede se eles têm algo para comer. Lhe dão um pedaço de peixe assado que comeu diante deles.

Como podemos ver os discípulos custaram a entender o mistério da Ressurreição. O próprio Cristoprecisou abrir-lhe a inteligência para entenderem as Escrituras que anunciavam: “O Cristo sofrerá e ressuscitará ao terceiro dia, no seu nome serão anunciados a conversão e o perdão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém”.

Os discípulos tiveram que passar por várias experiências até compreenderem que a morte não tivera a última palavra, que o Mestre estava vivo, que continuava a caminhar com eles, que os alimentava com sua Palavra e que podia ser reconhecido no partir do pão.

Acaba confiando-lhes a missão: “Vos sereis testemunhas de tudo isso”. Ou seja, o crucificado ressuscitou, dele nos vem a vida nova e a salvação esperada: o perdão dos pecados. Ufa! Que caminho longo até chegar a entender! Foram necessários vários encontros até que entendessem e partissem para levar a boa nova até os confins da terra.

Podemos dizer que o mesmo acontece conosco. Não é que num primeiro encontro com o Ressuscitado que entendemos todo o significado dos mistérios da nossa fé e a nossa missão. Na medida que escutamos o Mestre,nosso coração se abrepara compreendemos o amor de Deus manifestado em Jesus e experimentamos a alegria e a paz da presença do Ressuscitado entre nós.

Dom Jaime Pedro Kohl – Bispo de Osório

Para refletir:

1) Eu acredito na ressurreição de Jesus? O que me leva a crer nele? Onde e como posso encontrar-me com ele, hoje?

2) A minha vida é testemunha da vida nova que brota da fé no ressuscitado?

Textos bíblicos: Lc 24, 1-48; 1Cor 15, 1-11.

Comentários

Comentários