O milagre da digestão – Jayme José de Oliveira

Jayme José de Oliveira

Uma Mercedes Benz de luxo é confiada a uma oficina para manutenção, reabastecimento e reparos. Urgente!

O funcionário encarregado da tarefa verifica o estoque de peças e suprimentos disponíveis, perplexo coça a cabeça ao constatar que existem para reposição apenas componentes destinados a carros de outras marcas, longe da sofisticação da Mercedes. Como executar a tarefa com recursos incompatíveis e mais, a urgência é improrrogável. Impossível?

Diariamente, em todo o planeta, “Mercedes” incomparavelmente mais complexas requerem reabastecimento, reparos, manutenção e não se dispõe de componentes compatíveis. São os seres humanos. Como executar a missão? Impossível?

Água, proteínas, hidratos de carbono, gorduras, vitaminas e sais minerais, todos compatíveis com os existentes no organismo são necessários. Qualquer discrepância será sumariamente rejeitada podendo,inclusive, causar uma ocorrência grave de choque anafilático (rejeição), potencialmente mortal. E o que é oferecido como matéria-prima? Digamos que um prosaico sanduíche. Sanduíche? Amido de cereais e hidratos de carbono no pão, gordura no presunto, manteiga e queijo, vitaminas e sais minerais no tomate e na alface. Água incorporada em todos os elementos, principalmente no tomate e na alface. As proteínas e gorduras encontradas são totalmente INCOMPATÍVEIS.

Relembremos que transplantes com órgãos, mesmo de doadores humanos, causam reações de rejeição e exigem tratamento por toda a vida com imunossupressores, a ciclosporina é um dos mais citados. Suprime as reações imunológicas a órgãos transplantados reduzindo a possibilidade de rejeição e possibilitando a retomada das cirurgias de transplante anteriormente rejeitadas pelo organismo receptor. A ciclosporina existe desde 1.979. E antes?

Os transplantes eram rejeitados pelo organismo do transplantado. Lembremos que o cirurgião sul-africano Christian Barnard realizou o primeiro transplante de coração (1.967) em Louis Washkansky. O óbito ocorreu três semanas após em decorrência da rejeição.

E como a natureza resolveu o problema? Como transformar os elementos dum sanduíche em elementos assimiláveis pelo organismo da pessoa que o ingere?

Abordaremos na próxima coluna.

A Natureza supera tudo o que os nossos maiores artistas produzem desde o princípio dos tempos (digitem “pinturas rupestres” no GOOGLE). O desabrochar de flores que o link permite acessar nos enlevam (veja em tela grande).

http://www.tudoporemail.com.br/video.aspx?emailid=3711

Jayme José de Oliveira cdjaymejo@gmail.com Cirurgião-dentista aposentado

Comentários

Comentários