O professor como peça basilar da educação – Suely Braga

Suely Braga

O 15 de outubro marca no calendário da Educação no país, uma data especial, que é a homenagem ao Dia do Professor.

Professor peça basilar no sistema educacional merece muito mais, do que um simples dia dedicado a ele.

De nada adiantam novas tecnologias, modernas metodologias, que surgem todos os dias no sistema educacional, em qualquer parte do mundo, sem o professor para orientar, por isso é preciso valorizá-lo.

Atualmente, o professor é o profissional mais desvalorizado pelos Órgãos Educacionais, pelas Autoridades responsáveis pela educação no país.Com salários irrisórios, sem condições de sobrevivência, precisa se locomover em mais de uma escola, o que prejudica sua saúde e seu trabalho. Além disso, as más condições de trabalho, a violência dentro das escolas, de alunos contra alunos, alunos contra professores.

Ao lembrar o papel do professor como instrumento fundamental no processo educacional, é impossível não fazermos uma reflexão sobre os rumos da educação como um todo.

Com as mudanças que o novo (des) governo está fazendo, diminuindo as verbas para a educação, modificando os currículos, nomeando Ministros de Educação sem a menor competência para o cargo, querendo acabar com as Universidades Federais e os Institutos Federais, militarizando as escolas e agindo com a intenção de privatizar a educação, o papel do professor fica cada vez mais relegado, mais desvalorizado.

As propostas educativas atuais apresentam um conceito puramente funcional da educação. A Educação não pode ceder a lógica tecnocrática e econômica. Numa sociedade que muda rapidamente, exige a busca da qualidade e excelência.

Num mundo sempre em mudança, somente os países que investem em educação conseguem o desenvolvimento.

Comentários

Comentários