O que é a ‘Momo do WhatsApp’ e quais são os riscos que ela representa?

Ela se chama Momo e sua aparência é aterrorizante: olhos esbugalhados, pele pálida e um sorriso sinistro. Sua imagem ficou famosa pelo WhatsApp, disseminada como um desafio viral. Mas autoridades e especialistas advertem que pode ser algo muito mais sério do que uma simples distração online.

No dia 12 de julho, o jornal Vanguardia, de Saltillo, uma cidade na região nordeste do México, publicou em seu site uma notícia de título chamativo: “Momo, o número sinistro de WhatsApp e a perturbadora imagem de que todos estão falando”.

Segundo a publicação, havia na rede social um “número de telefone maldito”, que estava fazendo circular a imagem de uma mulher de “aparência aterradora”, o que seria parte de um “jogo sinistro e violento”. Dia após dia, outros sites latino-americanos começaram a divulgar a notícia, muitas vezes apenas reproduzindo o que já havia sido dito antes ou apresentando versões ligeiramente modificadas, com informações desencontradas.

O perfil, que traz uma foto macabra, é em si inofensivo: não há qualquer registro de ataque cibernético partindo do perfil original. O perigo desse tipo de pegadinha ou trote são as imitações, que se valem da imaginação e da curiosidade das pessoas, principalmente crianças, para ameaçar, enganar e extorquir.

Os riscos do jogo Momo

Mas por que o jogo é perigoso? Qual é o problema de escrever para um número desconhecido no WhatsApp?

Os investigadores mexicanos citam cinco possíveis razões:

roubo de informações pessoais

incitação ao suicídio ou à violência

assédio

extorsão

transtornos físicos e psicológicos (ansiedade, depressão, insônia etc.)

Comentários

Comentários