Operação em Atlântida Sul e Xangri-Lá apreende 500 pedras de crack e leva criminosos a prisão

No final da tarde até a noite desta sexta-feira (13), policiais militares do 2° BPAT e 8° BPM, ambos do Comando Regional do Litoral, participaram de uma grande operação de inquietação em vários bairros de Xangri-Lá e na praia de Atlântida Sul (Osório).

A ação é um esforço da BM para contenção criminal, aglutinando forças da região após o encerramento da Operação Golfinho.

Foram presos indivíduos que estavam vendendo entorpecentes na rua Falcão Azul, bairro Figueirinha.

Um homem,  de 23 anos, morador de Xangri-Lá, (antecedentes por foragido, homicídio doloso, entorpecentes posse, tráfico e porte ilegal de arma), outro de 21 anos, morador da mesma cidade (antecedentes por furto simples e entorpecente posse) e um menor de 17 anos (antecedentes por tráfico de entorpecentes ).

Eles tinham 500 pedras de crack, seis porções de maconha, uma planta de maconha in natura, uma balança de precisão, R$ 698,00 em cédulas e dois celulares.

Todos foram levados para a Delegacia de Polícia de Capão da Canoa.

A operação contou com agentes de inteligência regionais e locais dos dois batalhões, Forças Táticas de Tramandaí, Torres, Capão da Canoa, Osório, Pelotão de Força Tática e cinotécnicos com cães do 8°BPM.

Comentários

Comentários