Operação no Litoral Norte localiza pássaros silvestres mantidos em cativeiro

Em atendimento a denúncias recebidas, analistas do Balcão de Licenciamento Ambiental Unificado do Litoral Norte da secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) e da Fepam realizaram operação de fiscalização no município de Maquiné.

A ação, que contou com apoio do Batalhão Ambiental da Brigada Militar de Capão da Canoa, teve o objetivo de reprimir a manutenção em cativeiro de aves silvestres.

A operação resultou na apreensão de 15 gaiolas, sendo algumas delas com pássaros silvestres anilhados e não-anilhados das espécies trinca ferro e azulão. A equipe encontrou animais com patas quebradas, caracterizando maus tratos.

Os analistas explicam que trata-se de uma ramificações do tráfico de animais silvestres que realiza a distribuição ilegal de pássaros a terceiros, não criadores, para participação em torneios de canto a fim de elevar o valor comercial dos animais.

A criação de animais silvestres somente é possível com a autorização do órgão ambiental competente. Qualquer atividade em desconformidade é tratada como crime contra a fauna e deve ser reprimida conforme a legislação. Neste caso de Maquiné, os infratores serão autuados pela secretaria por crime contra a fauna.

Os pássaros foram encaminhados para recuperação no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Ibama.

Comentários

Comentários