Os bons escritores são aqueles que conseguem – Suely Braga

Suely Braga

Os bons escritores são aqueles que conseguem colocar o leitor na pele do outro. Creio ser essa a maior virtude da leitura.

Ao entrar na pele de diferentes narradores, ao sentir-se parte de outras vidas, o leitor vai se percebendo também parte da humanidade.

Os grandes leitores tendem a ser menos inclinados à violência, porque violência é sempre um recuo do pensamento.  A boa literatura dá-nos a oportunidade de ver a humanidade dos outros.

A INTERNET E A LEITURA

Os adolescentes são fascinados pela ferramenta da era digital.

Eles não desgrudam do celular, vivem digitando mensagens de textos, passam horas escrevendo em blogs, navegando na web, ou absortos nos videogames. Claro, que a dependência da internet não é só dos adolescentes, todos menos jovens e adultos, sucumbimos aos apelos do mundo virtual.

Para o norte americano Nicholas Carr, autor de vários livros de tecnologia e administração, a troca de informações pela internet está empobrecendo nossa cultura.

Segundo ele, o uso exagerado da internet está reduzindo nossa capacidade de pensar profundamente. Está fazendo com que perdemos a capacidade de nos concentrarmos atentamente.

A nova geração tem mais acesso à informação do que qualquer outra antes dela, mas isto não reflete um ganho de cultura. Os índices de leitura e compreensão de textos vem caindo desde o início dos anos 1990. A conclusão é, de que apesar de maior acesso às novas tecnologias, não se vê um ganho expressivo em termos de apreensão de conhecimento.
A internet é uma magnífica ferramenta, mas não deve perder o seu caráter instrumental.

O excesso de internet, vira em compulsão, um tipo de dependência, que já começa a preocupar os especialistas de saúde mental.

Ler é preciso. Jovens e adultos precisam investir em leitura e reflexão. A boa leitura de um livro, não só aproxima as pessoas, mas enriquece intelectualmente e desenvolve a cultura dos leitores, quando há possibilidade de ler bons escritores.

Sabemos que os livros são caros e nem sempre estão ao alcance do poder aquisitivo da maioria das pessoas, mas há possibilidade de recorrer às Bibliotecas Públicas, ou a troca de livros entre amigos.

Comentários

Comentários