PMs do Comando Ambiental realizam ação contra a pesca ilegal e outros crimes ambientais

Nesta semana, guarnições do Comando Ambiental da Brigada Militar efetuaram operação embarcada nas bacias hidrográficas do Litoral Norte e Médio, além da Lagoa dos Patos.
A ação teve o objetivo de coibir a pesca ilegal durante o período defeso (Piracema), necessário para a reprodução das espécies, abigeato e outros delitos conexos.
Na Lagoa dos Patos, foi realizado cerco com efetivo da 1 Cia (Montenegro e Sapucaia do Sul) atuando próximo à Itapuã.
Os policiais da 2 Companhia e reforço da Operação Golfinho atuaram na Lagoa do Casamento, com apoio de aeronave do Batalhão de Aviação.
Foram apreendidos 14 mil metros de rede e um motor de popa 15HP sem infrator identificado, por parte das guarnições de Montenegro e Sapucaia do Sul, e 11 mil metros de redes na Lagoa do Casamento, também sem infrator identificado.
Uma grande quantidade de peixes vivos foram restituídos às lagoas e rios. Ainda, foi abordado um cidadão a bordo de uma embarcação, o qual estava em posse de 360 metros de redes, 110 bagres – alguns já em filé e 4kg de viola em filé, sendo apreendidos os peixes, as redes, bem como o barco com motor NS B18 YANMAR, restando nomeado o proprietário de fiel depositário do barco e do motor.
A atuação coordenada das unidades totalizou, aproximadamente, 25 mil metros de redes dispostas ilegalmente na Lagoa dos Patos e nas demais lagoas.
Em andamento também, Operação na bacia do rio Mampituba, com apreensão de materiais ilegais e soltura de peixes.
Foram empregadas seis embarcações, uma aeronave, sete viaturas e 26 policiais militares na ação.

Comentários

Comentários