Polícia ferido com granada passa por cirurgia para a reconstituição dos dedos

Ele foi levado de helicóptero de Capão da Canoa, para a capital. Foto: Batalhão de Aviação da Brigada Militar

O soldado William Dias Siqueira, de 28 anos, passou por uma cirurgia para a reconstituição de quatro dedos após uma granada de gás lacrimogêneo explodir em uma das suas mãos.

O caso ocorreu na tarde desta quinta-feira (25), em Capão da Canoa, na sede do Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (2º BPAT).

Ele foi encaminhado para o Hospital da Brigada Militar, em Porto Alegre, onde está internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI).

o soldado havia acabado de participar de uma instrução do projeto Formando crianças para o futuro, quando um de seus colegas foi mostrar as dependências da sede do Batalhão de Operações Especiais (BOE) para os alunos.

O soldado teria entrado no local onde os armamentos ficam guardados e pego a granada. A explosão ocorreu pouco depois.

Uma perícia deverá apurar como ocorreu o acidente. Por causa da cirurgia, ele ainda não foi ouvido.

Comentários

Comentários