Prefeitura de Osório emite nota sobre a manifestação dos funcionários do hospital

Funcionários do hospital de Osório bloquearam pouco depois das 11h desta quarta-feira (27), o trânsito na BR-101. O protesto que iniciou em frente a instituição de saúde, cobrou soluções para os salários atrasados.

Desde julho foram suspensos os repasses do governo do Estado e os 400 trabalhadores em saúde estão com os vencimentos parcelados, os depósitos do FGTS foram suspensos e não há previsão de pagamento do 13° salário.

A Prefeitura Municipal emitiu nota sobre o caso. Leia abaixo na íntegra.

“Manifestação dos funcionários do HSVP na BR 101 nesta tarde. Esclarecimento!

– Levando em consideração as discussões relacionadas a manifestação dos servidores do Hospital São Vicente de Paulo, de Osório, em redes sociais, é conveniente informar que o Poder Público Municipal de Osório compra do HSVP, serviços de emergência 24 horas, pediatria, mastologista, exames de colonoscopia, endoscopia e ecografia.

E, que para pagar esses serviços que beneficiam a população, PODER PÚBLICO MUNICIPAL DE OSÓRIO, faz repasse mensal, O QUAL ESTÁ EM DIA.

– Já a relação do HSVP com o Governo do Estado, ocorre através de um convênio, a exemplo do que é feito com demais hospitais gaúchos. Essa contratualização se dá por meio do regime de metas, onde entram internações, cirurgias, exames e outros.

O grande problema está no atraso dos repasses feitos pelo Governo do Estado para o Hospital São Vicente de Paulo, o que agrava muito a situação.

– Lembramos ainda, que a intervenção feita pelo município junto ao Hospital, foi após um pedido de socorro feito pelo Conselho Consultivo do mesmo, e que essa decisão, não partiu do Poder Público.”

Comentários

Comentários