Prefeituras rejeitam proposta e novo presídio que seria em Osório será construído em outra região

A Secretaria da Segurança Pública do Estado planeja construir um novo estabelecimento prisional em Caxias do Sul ao invés de instalá-lo como pretendia no Litoral Norte cujas prefeituras rejeitaram a proposta.

“Tínhamos recursos para construir um presídio e achamos que a prioridade era o Litoral Norte onde tem um grande contingente de presos. Nossa disposição era fazer o presídio em Osório”, lembrou, observando que o mesmo ficaria em uma área pública estadual. “Obviamente que depende de prefeitura. Fiz uma reunião com os prefeitos e o assunto não evoluiu. Para não perder o dinheiro resolvemos fazer em Caxias do Sul”, afirmou ao jornal Correio do Povo. Ele acredita que a capacidade de vagas deverá ficar em torno de 400.

No dia 4 deste mês, ocorreu uma assembleia geral da Associação dos Municípios do Litoral Norte (AMLINORTE). Na ocasião, o vice-prefeito de Osório, Eduardo Renda, foi contrário a proposta.

Ele informou que a Brigada Militar está com dificuldades de oferecer equipes para o monitoramento das guaritas na unidade prisional já existente na cidade.

“Passamos trabalho com tudo que o município tem que garantir, como a saúde, médicos, remédios e outros. Além disso, investimos na construção de uma escola de formação de soldados, há seis anos, e não ficamos com 10% dos formandos”, disse Renda.

O prefeito municipal, Eduardo Abrahão, já havia demonstrado indignação com a possibilidade, durante uma coletiva de imprensa no ano passado.

– “Estou indignado. Temos que ter apoio da comunidade para dizer não a esta proposta. Vamos usar todas nossas forças, inclusive judicialmente, para impedir esta barbaridade que o governo está pretendendo fazer em Osório”. afirmou na época.

Comentários

Comentários