Preso no Litoral suspeito de mandar matar homem que estaria furtando lâmpadas de rua

A Polícia Civil, em ação da 6ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP), prendeu nessa quinta-feira (04) um homem, de 37 anos, foragido da Justiça.

Ele é suspeito de um homicídio ocorrido em 22/09/2016 na Rua Ney Cabral, no bairro Nonoai, em Porto Alegre. A prisão ocorreu em um centro gastronômico em Atlântida, na praia de Xangri-Lá, em cumprimento a mandado de prisão preventiva.

Segundo a delegada Elisa Souza, testemunhas apontaram como sendo o mandante da referida empreitada criminosa, e proprietário das armas utilizadas no crime.

Dois homens que teriam executado o homicídio já foram presos pela 6ª DPHPP. A motivação do ato criminoso seria pelo fato da vítima estar cometendo diversos furtos de lâmpadas na região da Rua Erechim.

O preso, já foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo, além de falsidade ideológica, invasão de domicílio, e lesão corporal. Além de ter mudado sua residência para a cidade de Capão da Canoa com intuito de evitar possíveis investidas policiais no sentido de prendê-lo – relatou a delegada.

Comentários

Comentários