Professores estaduais aprovam greve por tempo indeterminado

Os professores da rede pública estadual decretaram, nesta terça-feira (5), greve por tempo indeterminado.

A decisão foi aprovada nesta manhã em assembleia geral da categoria realizada no Largo Glênio Peres, no Centro de Porto Alegre.

Os professores protestam contra o parcelamento de salários - este mês a primeira parcela é a mais baixa desde 2015, de R$ 350 - e do 13º salário. Também cobram a retirada de projetos em tramitação na Assembleia Legislativa.

Comentários

Comentários