Iniciou na manhã desta terça-feira (02/05), a gestão da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre no hospital de Santo Antônio as Patrulha. O administrador hospitalar Maurício Fogaça acolheu pessoalmente os pacientes que chegaram. ”Este é nosso jeito de administrar, o atendimento humanizado faz toda a diferença e é assim que iremos atuar em Santo Antônio”, declarou.

Mais de 27 profissionais da Santa Casa assumiram suas funções desde cedo no local. Uma equipe da Secretaria Municipal da Saúde também acompanha o trabalho e dezenas de profissionais da Santa Casa de Porto Alegre estiveram presentes, fazendo a acolhida, dando o suporte necessário para dar início ao modelo Santa Casa de atuação.

De acordo com Maurício, 90 profissionais, aproximadamente estão contratados, de diversas áreas, médica, técnica, laboratorial, administrativa, entre outras. O plantão conta com dois médicos (clínico geral), um pediatra e um médico internista e em julho a Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre irá se somar ao projeto.

O diretor executivo da Santa Casa, Osvaldo Balparda diz que Santo Antônio da Patrulha terá um atendimento de qualidade, como é padrão da Santa Casa. “Aqui teremos o oitavo hospital do grupo. Pela primeira vez a Santa Casa sai dos seus muros e traz para uma outra comunidade seu modelo de atendimento. O projeto de Santo Antônio da Patrulha para nós é muito importante. É algo novo que a gente vai implantar e espera, que junto com a Universidade possamos fazer  um novo modelo de atendimento da saúde básica, interagindo com a população, trabalhando muito mais na prevenção do que na doença. A gente vem para construir um novo modelo de saúde”, completou.

A secretária municipal da Saúde, Magda Bartikoski disse que este dia é histórico para o município e para a região. “Eu, que fui Coordenadora da 18ª Coordenadoria de Saúde posso afirmar a importância deste processo para a região e hoje, é inevitável não lembrar esse período, à frente da 18ª, vendo que o hospital do meu município corria o risco de fechar, por problemas de administração. Então, fico emocionada e muito aliviada em ver a Santa Casa assumindo a gestão do hospital de Santo Antônio da Patrulha.

O prefeito Daiçon Maciel da Silva acredita que este é o maior legado que deixará enquanto gestor público. “Não consigo esconder a alegria desta conquista e preciso agradecer a todos envolvidos nesta jornada, iniciada antes mesmo do término das eleições. Foram muitas conversas, reuniões, trabalho e investimentos grandiosos para chegarmos até aqui.”

Daiçon cumprimentou os patrulhenses pela conquista, pois segundo ele, a população clamou por saúde, e decidiu nas urnas que Santo Antônio da Patrulha deveria receber este serviço com qualidade.

 Viviani Silveira

Comentários

Comentários