Na quarta operação da Força-Tarefa do Programa Segurança Alimentar realizada no Litoral Norte nesta semana, três locais foram autuados, sendo que dois foram interditados no município de Imbé.

Foram apreendidas 4,6 toneladas de produtos impróprios para o consumo.

Segundo o Ministério Público, no Balneário Mariluz, o Açougue Fronteira foi interditado devido às péssimas condições de higiene. Lá, foram apreendidos e inutilizados 636 kg de produtos impróprios para o consumo.

A Força-Tarefa também cumpriu dois mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça em depósitos em Imbé. Um deles, clandestino, ficava na Rua Brasil e teve 3,9 toneladas de carne e queijo apreendidas e inutilizadas em virtude das péssimas condições de higiene.

Um terceiro local, desta vez um depósito na Rua Bom Jesus, foi autuado por armazenar e comercializar insumos para lanches (como patês, pastas salgadas, embutidos e cremes doces) sem rótulo ou procedência definida. Os alimentos também foram apreendidos e inutilizados.

Participaram da operação o coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco – Segurança Alimentar), promotor de Justiça Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, representantes da Patram, Secretaria Estadual da Agricultura, Secretaria Estadual da Saúde, e Vigilância Sanitária de Imbé.

QUATRO OPERAÇÕES NESTA SEMANA

Esta foi a quarta operação da Força-Tarefa do Programa Segurança Alimentar realizada durante esta semana, no Litoral no Norte. Foi apreendido um total de 12,3 toneladas em 15 estabelecimentos dos municípios de Torres, Arroio do Sal, Tramandaí, Imbé, Atlântida e Xangri-lá. Três foram interditados.

Na terça-feira, 18, um estabelecimento foi interditado e outros três autuados nos municípios de Torres e Arroio do Sal. Um total de 1,4 toneladas de alimentos impróprios para o consumo foi recolhido.

O Supermercado Nutripão, em Torres, foi interditado e autuado pelas más condições de higiene.

Também foram autuados o Supermercado Nacional de Torres, que teve a padaria interditada, o Mercado La Família, na Praia de Itapeva. No Balneário Pérola, em Arroio do Sal, em uma residência, sem alvará, eram comercializados de forma irregular produtos alimentares e pescados.

Clique aqui para mais informações sobre essa operação.

Na quarta-feira, 19, a equipe da Força-Tarefa do Programa Segurança Alimentar, autuou três supermercados e um restaurante nos municípios de Imbé e Tramandaí.

No total, foram apreendidas 2 toneladas de produtos impróprios para o consumo. O Supermercado Bom Rancho, localizado em Tramandaí, foi autuado e teve a padaria interditada.

Em Imbé, o Supermercado Maxi Líder e o Mercado Zanella também foram autuados. O Restaurante Justin, no Balneário de Santa Terezinha, em Imbé, além da autuação, teve a cozinha auxiliar interditada.

Clique aqui para mais informações sobre essa operação.

Em operação realizada na quinta-feira, 20, um restaurante foi interditado e três supermercados autuados nos municípios de Capão da Canoa e Xangri-lá.

Foi apreendido um total de 4,3 toneladas de produtos impróprios para o consumo. Em Xangri-Lá, a FT interditou o Restaurante e Pizzaria D’Martins. O Supermercado Avenida, que teve dois depósitos interditados para limpeza, e o Supermercado Praiano, com a padaria interditada, foram autuados.

No Balneário Capão Novo, em Capão da Canoa, o Mercado Estrela do Mar teve a padaria interditada pelas más condições de higiene.

Clique aqui para mais informações sobre essa operação.

MP RS

Comentários

Comentários