Solidão – Nilton Moreira

Uma amiga me pediu para que comentasse sobre solidão. De fato é um assunto interessante, pois que este sentimento faz parte de todos nós em algum momento da vida. Uns experimentam mais que outros, mas ninguém escapa de em algum momento sentir-se só. A solidão aparece com mais frequência nos materialistas, pois acreditando ser o centro de tudo e não crerem existir algo mais poderoso que eles, vivem momentos angustiosos quando frente a dificuldades que não sabem explicar o motivo pelo qual está acontecendo consigo. Tem um amigo meu que é da teoria “estamos todos abandonados neste mundo”.

Mas a solidão também tem seu aspecto favorável na nossa vida, pois na correria dos dias de hoje pouco paramos para refletir sobre assuntos mais profundos, e nos momentos que a solidão aparece nos força a pensar em uma saída para as dificuldades, e é nesse momento que devemos aproveitar e buscar a harmonia com o universo, para que recebamos e entendamos as intuições que nos vão chegar, pois que ao contrário dos materialistas, os espiritualistas acreditam num Ser Supremo.

Mesmo nos momentos que estamos no ventre materno parece que estamos sozinhos, mas na realidade interagimos com quem tenta se comunicar conosco e certamente temos a percepção do que acontece ao redor da barriga, tanto que sofremos influências externas como frio, calor, que atinge nosso corpinho em formação, mas vai refletir na consciência que está em pleno desenvolvimento, além do que estamos cercados de benfeitores espirituais que zelam por nossa segurança para que ao cabo de alguns meses aportemos definitivamente na Terra.

A solidão é um sintoma que nos pode atingir repentinamente e geralmente acontece por que deixamos de colocar nossa mente para trabalhar em benefício do mundo, isto é, deixamos de interagir e nos isolamos mentalmente, embora até estejamos cercados por muitas pessoas.

Com a solidão desencadeiam vários outros sintomas que prejudicam as nossas atividades normais, que são a tristeza, angústia e até a depressão que é um sintoma mais grave.

Para quem não é materialista, certamente nestes momentos pode recorrer à prece, sintonizando mentalmente com o plano espiritual, já que sabemos que nunca estamos sozinhos e abandonados. Esta conexão com o plano maior faz com que nos desliguemos do momento que estamos vivenciando e passemos a entrar em contato com o cosmos, e certamente iremos receber as energias restauradoras que nos fazem necessário ao refazimento, pois que o Criador nunca deixa em desamparo quem o procura.

É importante que vivamos a maior parte do tempo com o pensamento fixo no bem e tentando buscar sempre maneiras de contribuir para que algo de bom aconteça a nossa volta, procurando ajudar a quem precise com pelo menos palavras de carinho e ânimo, pois somos todos moradores do mesmo Planeta e a energia que espalharmos certamente se mesclará com outras tantas.

Quando a solidão se assenhorar de nós, busquemos na espiritualidade a companhia que nos será disponibilizada, bastando que façamos uma prece, ou praticar uma boa leitura.

A solidão está em nossa mente e não no momento físico que estamos desacompanhados.

Comentários

Comentários