Conteúdo marcado como Jayme José de Oliveira

Psicopatas – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 20/05/2017 as 15:14 por Jayme José de Oliveira

Psicopatas - Jayme José de Oliveira
Psicopatas são incapazes de sentir emoções, podem até matar sem sentir culpa e vivem incógnitos ao seu lado. Personalidades por demais complexas, conseguem iludir os que os rodeiam, psiquiatras admitem que não há tratamento nem remédios eficazes para combater ou mesmo controlar esses personagens. Pergunta-se: como podem conviver numa sociedade que não admite seus atos? Possuem charme e têm facilidade em lidar com as palavras e convencer pessoas vulneráveis. Tornam-se […]

As listas de Schindler e de Janot – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 13/05/2017 as 14:54 por Jayme José de Oliveira

As listas de Schindler e de Janot - Jayme José de Oliveira
“Poder é quando temos todas as justificativas para matar e não matamos”. ”Eu odiava a brutalidade, o sadismo, a insanidade dos nazistas. Eu apenas não podia ficar ali vendo eles destruírem um povo inteiro sem fazer nada”. “Eu fiz o que pude fazer, eu fiz o que tinha de fazer, eu fiz o que minha consciência disse para fazer, apenas isso, nada mais”. (Oskar Schindler, 1908-1974) As duas listas, de […]

O assassinato de Júlio Cesar – Por Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 06/05/2017 as 11:21 por Jayme José de Oliveira

O assassinato de Júlio Cesar - Por Jayme José de Oliveira
No dia 15 de março de 44 a.C., Júlio César foi morto no senado romano, apunhalado por cerca de 60 senadores, entre eles seu protegido Marco Júnio Bruto. Jurista, escritor, político, general, descendente da deusa Vênus, amante de Cleópatra, Caio Júlio César foi um líder brilhante. Cultivou, ao mesmo tempo, o cinismo e a clemência, a crueldade e a cortesia, a hipocrisia e a civilidade, a esperteza e a sinceridade, […]

A melhor via – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 29/04/2017 as 16:36 por Jayme José de Oliveira

A melhor via - Jayme José de Oliveira
Nas últimas colunas transitamos sinuosamente tentando desviar obstáculos e desarmar as armadilhas que aguardam incautos viajantes em busca duma rota segura rumo ao futuro, que o presente não nos anima e o passado foi o que foi. De um lado, os horrores do terrorismo, da corrupção, do “quero-o-meu” desbragado. Tentando um contraponto, numa luta de Davi contra Golias, vozes se erguem em defesa dos “sem voz”. O Papa Francisco atuante, […]

Diferentes atitudes – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 22/04/2017 as 17:12 por Jayme José de Oliveira

Diferentes atitudes - Jayme José de Oliveira
Em coluna anterior – “Exemplo a ser imitado” - escancarei dois comportamentos conflitantes: o EI (Exército Islâmico)promoveu ataques suicidas que provocaram feridos e mortos em duas igrejas coptas no Egito. Em contraponto, comunidades judaica e cristã, em Porto Alegre, comemoram a Páscoa numa ceia conjunta, um congraçamento sem ódios, direcionado ao convívio harmônico. Se perscrutarmos desde o âmbito comunitário até o vasto mundo verificamos que os antagonismos superam até os […]

Um exemplo a ser imitado – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 14/04/2017 as 10:16 por Jayme José de Oliveira

Um exemplo a ser imitado - Jayme José de Oliveira
A barbárie generalizada, protagonizada mais uma vez pelo EI (Exército Islâmico) no Domingo de Ramos, no Egito:duas explosões em igrejas coptas (cristãs) mataram pelo menos 43 pessoas e deixaram mais de cem feridos. Os alvos foram a igreja de Mar Girgis, na cidade de Tanta e a catedral de São Marcos em Alexandria. O Papa Tawadros, líder da Igreja Ortodoxa Copta estava nesse local, mas não se feriu.Este foi o […]

Odebrecht – por Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 07/04/2017 as 10:53 por Jayme José de Oliveira

Odebrecht - por Jayme José de Oliveira
Os contratos da Odebrecht no mercado internacional conquistados nos últimos anos, no valor de R$ 16 bilhões estão em risco. Até setembro de 2.016 dois terços das obras da empreiteira tinham relação com contratos em países como a Venezuela, Angola e Panamá. Juntas elas eram superiores às obras no Brasil. A Odebrecht reforçou sua política de expansão além das fronteiras brasileiras com o apoio financeiro do BNDES. Desde que o […]

Complexo de vira-lata – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 01/04/2017 as 15:42 por Jayme José de Oliveira

Complexo de vira-lata - Jayme José de Oliveira
A situação do Brasil, não só a atual, desde o descobrimento há uma tradição de aproveitar qualquer oportunidade para auferir vantagens – Pero Vaz de Caminha ao escrever a “Carta de Achamento do Brasil” aproveitou para solicitar ao rei D. Manoel I perdão para o seu genro. Esse fato não absolve as contínuas e desavergonhadas tentativas de “levar vantagem em tudo”, mesmo que recorrendo a meios ilícitos. Como resultado colateral […]

Foro privilegiado (final) – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 22/03/2017 as 10:58 por Jayme José de Oliveira

Foro privilegiado (final) - Jayme José de Oliveira
No Brasil, proclamada a República em 1.889, a Constituição de 1.891 instituiu o foro privilegiado, dando competência ao Senado para julgar membros do Supremo |tribunal Federal (STF) nos casos de responsabilidade e, ao STF, para julgar os juízes federais inferiores (Art. 52, § 2º), o Presidente da República e os Ministros de Estado nos crimes comuns e de responsabilidade (Art. 59, § 2º). A partir de então, ora mais, ora […]

Foro Privilegiado 2 – Jayme José de Oliveira - Ponto e contraponto

Publicado em 07/03/2017 as 18:11 por Jayme José de Oliveira

Foro Privilegiado 2 - Jayme José de Oliveira
Na coluna anterior analisamos o foro privilegiado com um enfoque especial no desvirtuamento ocorrido quando a ideia original de preservar chefes de poderes de processos que teriam por objetivo principal entravar atos governamentais. O desvirtuamento ocorreu quando se expandiu para todos os cargos eletivos, exceto vereadores. Sabendo-se da morosidade que caracteriza os processos do STF aposta-se na prescrição dos prazos. Levantamento feito pela fundação Getúlio Vargas apontou que, de 2011 […]