Tratamento para Transtornos de Ansiedade: quando devo procurar um psicólogo?

Karoline Schmitz Arboite

Por Karoline Schmitz Arboite – Psicóloga – CRP 07/25618.

Tem sido muito frequente receber pacientes com sintomas de ansiedade no meu consultório, diria que essa é uma das queixas principais nos atendimentos que tenho realizado. Os Transtornos Ansiosos são os quadros psiquiátricos mais comuns atualmente tanto em crianças quanto em adultos. Infelizmente muitas pessoas levam tempo para buscar um tratamento adequado e geralmente já chegam no consultório com prejuízos graves no funcionamento em diversas áreas da sua vida. Por outro lado cabe salientar que existe tratamento e até cura para esse tipo de transtorno.

Mas quando falamos em transtorno de uma forma geral, o que estamos querendo dizer? Costumo explicar para os meus pacientes que quando falamos que houve um transtorno em nosso dia, por exemplo, o engarrafamento no trânsito me causou um grande transtorno, o que estamos querendo dizer? Podemos considerar um “transtorno” uma desordem, uma situação que causa incômodo, algo que ocorreu que me causou um prejuízo. Levando em consideração o significado da palavra “transtorno”pode-se pensar dessa forma também quando queremos denominar um “transtorno psiquiátrico” como neste caso a ansiedade.

A ansiedade gera, portanto, um sentimento vago e desagradável de medo, apreensão, caracterizado por tensão ou desconforto derivado de antecipação de perigo, de algo desconhecido ou estranho. Além disso, muitas vezes acompanha alguns sintomas físicos,tais como:dormência ou formigamento, tremores nas pernas, incapacidade de relaxar, palpitação ou aceleração do coração, sensação de sufocamento, dificuldade de respirar, entre outros.

E quando eu sei se isso que estou sentindo é “normal” ou patológico? Esses sintomas passam a ser reconhecidos como patológicos quando são exagerados ou desproporcionais, quando a pessoa percebe que a ansiedade está atrapalhando a sua vida de forma significativa interferindo na qualidade de vida, com o seu conforto emocional e ou no seu desempenho diário.

O tratamento ao qual eu trabalho, denominado como Terapia Cognitivo-Comportamental é eficaz para diversos tipos de problemas e transtornos,isto é, traz resultados em curto prazo na remissão e alívio dos sintomas. Não quer dizer que o tratamento nesta abordagem seja fácil e superficial e que em poucos atendimentos o problema ou transtorno do paciente sejam resolvidos, pelo contrário, quer dizer é que essa abordagem tem uma intervenção mais rápida agindo no primeiro momento na queixa principal do paciente e prosseguindo assim com o tratamento conforme a demanda do caso. Os Transtornos de Ansiedade mais comuns são a Fobia Específica, o Transtorno de Ansiedade Social (Fobia Social), o Transtorno de Pânico e o Transtorno de Ansiedade Generalizada.

Karoline Schmitz Arboiteé Psicóloga (CRP 07/25618) formada em 2015 pelo Centro Universitário Cenecista de Osório – UNICNEC. Atualmente cursando Especialização em Terapia Cognitivo-Comportamental no Instituto WP – Porto Alegre/RS e Pós-Graduação em Terapia Cognitivo-Comportamental na Infância e Adolescência na Elo Psicologia & Desenvolvimento - Alegre/RS. Atua como Psicóloga Voluntária no Grupo Laço Rosa - grupo de apoio à mulheres que estiveram ou estão em tratamento contra o câncer de mama e no Grupo Maturidade Ativa do Sesc – grupo de pessoas com mais de 60 anos que trabalha questões do envelhecimento, ambos na cidade de Osório/RS. Atua na área clínica, o consultório particular fica localizado no centro de Osório, na Avenida  Jorge Dariva, 1035, sala 7 e os agendamentos ocorrem com hora marcada através do Fone/WhatsApp (51) 98550.0228 (demais informações mesmo contato). Atendimento particular e com alguns convênios.

As informações prestadas neste texto não substituem a avaliação de um profissional da saúde mental, servindo este apenas para conhecimento e esclarecimento sobre o assunto.

Comentários

Comentários