Vereador de Osório, conhece projetos em Não-Me-Toque, Marau e Tapejara

Com o intuito de buscar conhecimento, novas experiências e projetos de sucesso no Rio Grande do Sul, o vereador e pré-candidato a prefeito Roger Caputi, visitou nesta semana os municípios de Não-Me-Toque, Marau e Tapejara. Na oportunidade, esteve reunido com prefeitos, secretários e presidentes de entidades.

Entre os projetos de destaque o vereador conheceu a estrutura da saúde e da educação de Marau.

Na área da saúde o prefeito Iura Kurtz ressaltou que o município conta com médicos em todos os postos de saúde, todos os dias da semana. Ele destacou ainda que a população tem a garantia de consultar no dia que necessitar.

Outro projeto destaque da cidade é na área do empreendedorismo. As escolas inseriram na grade curricular a disciplina de empreendedorismo, garantindo aos jovens conhecimento na área. Roger Caputi também visitou o parque de eventos do município.

Um estrutura de boa qualidade, com ciclovia, academia ao ar livre, palcos, ginásios, estádio de futebol e cancha de laço, que está a disposição da população durante o ano todo, com um calendário de evento definido anualmente.

Em Tapejara se reuniu com o prefeito Vilmar Merotto e o ex-prefeito Bonfilho Sebben, onde conheceu todo o planejamento do município que alcançou o sucesso na área do desenvolvimento. Outro projeto importante é a relação próxima da administração municipal junto ao empresariado, com apoio nas demandas, no incentivo na geração de emprego e renda e na qualificação da população.

O vereador também visitou o hospital Santo Antônio, onde esteve reunido com o presidente Sirinei Panizzon. A instituição no último ano teve um superávit de R$ 3 milhões e tem um modelo de gestão exemplar, que conta com o apoio dos empresários locais.

Em Não-Me-Toque o vereador Roger Caputi esteve no parque da Expodireto Cotrijal, onde ocorre um dos maiores eventos do agronegócio mundial. Um local com uma infraestrutura de qualidade exemplar, que poderia ser usada como exemplo em Osório. Também no município conheceu o programa habitacional que deve entregar nos próximos meses uma unidade com 32 apartamentos, com uma obra de qualidade.

“Foi um roteiro muito proveitoso onde tivemos contato com prefeitos e secretários e conhecemos projetos que hoje são referência no Rio Grande do Sul. Esse tipo de agenda nos dá embasamento para definirmos os caminhos para a construção do projeto para 2020. Saímos de lá com a certeza que podemos implantar em Osório muitos projetos que conhecemos naquela região”, destacou Roger Caputi.

Comentários

Comentários