Vereador de Osório, Roger Caputi esclarece denúncias e “fake news”

Na última semana, após publicações de denúncias e o que considera “fake news”, veiculadas nas redes sociais, o Vereador Roger Caputi buscou esclarecer à população sobre todas as acusações e ataques que recebeu.

O Vereador esclareceu que trabalhou na empresa JPTrês até o dia 10 de abril de 2015, data em que solicitou seu desligamento. Outro profissional foi contratado pela empresa.

Em junho de 2015 a empresa JPTrês foi vencedora do processo de licitação elaborado pela Prefeitura de Osório, tendo assinado contrato em 18 de junho de 2015.

Roger Caputi afirmou que não teve nenhuma participação ou interferência no processo de licitação, até porque não era mais funcionário da empresa JPTrês e não compactua com esse tipo de procedimento.
“Não tenho nada a esconder, sou Vereador e pré-candidato a Prefeito, olho nos olhos das pessoas com tranquilidade e serenidade. Não concordo com a forma como meu nome foi utilizado nas redes sociais, com acusações falsas”, destacou Roger Caputi.

O Vereador ressaltou que não se opõe ser investigado. Ele destacou que como pré-candidato a Prefeito acredita ser importante que as pessoas conheçam seu candidato, como se porta na sua vida profissional e pessoal, para que tenham convicção em quem irão escolher para administrar a cidade a partir de 2021.

“Tenho feito um trabalho sério, digno, honrado e responsável, na busca de informações, visitando e conhecendo as boas administrações em outros municípios para construir uma proposta séria para melhorar nossa cidade. Estou tranquilo, minha vida é um livro aberto, meus dados, telefone, conta bancária, tudo está à disposição de todos, inclusive estou à disposição para esclarecer pessoalmente esses fatos que me foram imputados e não correspondem à verdade. Inclusive postei um vídeo nas minhas redes sociais, onde apresentei documentos para que as pessoas façam, com serenidade, a sua avaliação e tirem suas conclusões”, finalizou.

Comentários

Comentários