Vimos sua estrela e viemos adorá-lo – Por Dom Jaime Pedro Kohl

domEpifania é a festa da manifestação, revelação da identidade de Jesus como filho de Deus. Conhecida como a festa dos Reis Magos. Três sábios que buscam a verdade, abertos aos sinais que possam trazer luz as suas interrogações e dúvidas.

Seguindo a Estrela chegam a Jerusalém com a única intenção de prestar homenagem ao menino que deve ter nascido: “vimos sua estrela e viemos para adorá-lo”.

         Herodes sendo informado que o Messias deveria nascer em Belém envia os magos para lá, com a recomendação de lhe trazer notícias. Essa notícia faz tremer as bases dos detentores do poder político e religioso.

         Para entender esses paradoxos seria interessante assistir o filme: “O quarto Sábio”. Trata-se de um médico que perdeu mulher e filhos e se põe de corpo e alma ao estudo, buscando um sentido para sua vida.

         Tem a intuição mediante a leitura dos astros que está para chegar alguém que tem a resposta para todos os problemas.

         Sua busca é tal que não se deixa abalar por nada. Vende tudo o que tem, compra três pérolas preciosíssimas que pretende entregar ao menino que espera encontrar.

Acaba vendendo-as pala resolver alguma situação que clamava pela sua solidariedade, libertando pessoas inocentes da morte iminente. A mais preciosa a usa para pagar a libertação de uma jovem, filha de um conterrâneo que o desprezou quando estava socorrendo os leprosos.

         No final cai desfalecido e Jesus lhe aparece dizendo: “...tive fome me deste de comer, tive sede me deste de beber, estava nu e me vestiste...”. Surpreso, diz ao seu amigo: “Ele aceitou os meus presentes!”

         Entendeu que em todas as pessoas socorridas estava o enviado do alto para salvar a humanidade e o caminho da realização é o amor solidário.

         Muitas são as mensagens desse filme, mas a principal é que Deus não deve ser buscado longe, mas acolhido no irmão que passa necessidade.

         Podemos não vê-lo, mas podemos perceber suas pegadas. Caminhando sobre elas um dia vamos nos deparar com ele e será uma grande festa aqui na terra e lá no céu.

         Sigamos nossa estrela, aquela inspiração interior que nos convida a sair de nós mesmos para ir ao encontro dos outros. Há muita gente esperando por você!

         Esse é tempo favorável para reatar relações que foram interrompidas, desfazer noz que teimam em não querer se dissolver e impedem a paz e a comunhão com todos.

         Confiemos no Senhor, certos que a luz da estrela estará conosco, indicando-nos o caminho da vida, do amor e da paz: Jesus!

Dom Jaime Pedro Kohl

Bispo Diocesano

Comentários

Comentários